Eurodeputada Sofia Ribeiro recebida pela presidente na Câmara de Lagoa

A Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, e seu Vice Presidente, Ricardo Martins Mota, bem como o vereador Carlos Augusto Furtado, receberam a Eurodeputada social democrata Sofia Ribeiro, no âmbito do roteiro “Autarquias” que irá a levar a percorrer todas as Câmaras Municipais dos Açores.

O encontro serviu, para além da habitual apresentação de cumprimentos, para felicitar o atual elenco camarário da Lagoa pela sua eleição que demonstrou a confiança dos munícipes lagoense no trabalho feito e na equipa que agora gere os destinos do concelho. Na ocasião, a líder do executivo camarário frisou sobre a situação relativa à execução dos fundos comunitários e os constrangimentos que os mesmos impõem e que os municípios estão sujeitos. É neste sentido, que a autarca, enquanto também Presidente da Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores (AMRAA), vai preparar um documento com as prioridades estratégicas de desenvolvimento para o próximo quadro comunitário de apoio para o Poder Local dos Açores.

A autarca referiu que “não podemos voltar a ficar para trás nesta discussão das prioridades a definir para os apoios comunitários até 2030, como aconteceu neste último período de programação”, sob pena das necessidades das autarquias dos Açores não serem incluídas no quadro dos apoios comunitários.

Numa altura em que já se fala das prioridades para 2030, Cristina Calisto informou a Eurodeputada Sofia Ribeiro que esta proposta deverá ser entregue ainda em tempo útil para negociação do próximo quadro comunitário e que contará com contributos dos 19 municípios, visando o mapeamento dos investimentos prioritário para o Poder Local nos Açores. Referiu que, a priori, existem investimentos fundamentais a serem realizados como a requalificação das vias municipais, que ficaram de fora do último programa operacional. O estudo deverá ser entregue não só ao Governo da República, mas também ao Governo Regional dos Açores, sendo que no quadro da Confederação de Municípios Ultraperiféricos, Cristina Calisto disse que tentará mobilizar os parceiros, as RUP’s, para entrega de um documento de semelhante índole à Comissão Europeia e ao Parlamento Europeu.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*