Ponta Delgada assinou Compromisso das cidades-piloto do projeto Urban-Waste da União Europeia

Ponta Delgada, através do Vereador Pedro Furtado, que tutela a área de Coesão Territorial e Ambiente, acaba de assinar, na cidade francesa de Nice, a Carta de Compromisso das cinco (de um total de 11) cidades-piloto do projeto Urban-Waste, da União Europeia. Além de Ponta Delgada, assinaram a Carta as cidades de Nice, Tenerife, Chipre e Lisboa.

Ao assinar a Carta de Compromisso, cada cidade passa a assumir várias medidas preventivas relativamente ao impacto direto da presença de turistas no concelho de Ponta Delgada.

A participação de Ponta Delgada neste importante projeto internacional, em parceria com o Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, revela a grande preocupação da Câmara Municipal no que concerne aos impactos que o turismo crescente pode trazer a um destino tão delicado como é o caso da cidade e do concelho em geral.

A Câmara Municipal está, assim, a dar os primeiros passos para arrancar com medidas preventivas que visem minimizar o impacto do turismo crescente em Ponta Delgada.

Paralelamente, a colher exemplos da grande experiência turística que as restantes cidades envolvidas nesse projeto já têm na área.

Recorde-se que o Urban Waste tem como grande objetivo desenvolver estratégias que visem reduzir a quantidade de produção dO Urban-Waste, que teve início em 2016 e termina no próximo ano, é um projeto europeu que reúne 28 parceiros e 11 cidades-piloto, que vão dos Açores ao Chipre, com o propósito de avaliar e definir estratégias urbanas de redução de resíduos em cidades com pressões turísticas elevadas.

Participam neste projeto as cidades de Ponta Delgada e Lisboa (Portugal), Santander e Tenerife (Espanha), Nice (França), Florença e Siracusa (Itália), Copenhaga (Dinamarca), Cavala (Grécia), Dubrovnik (Croácia) e Nicósia (Chipre).

Cada vez mais, a sustentabilidade se apresenta como uma questão de grande relevância para os destinos turísticos da Europa e do mundo.

O desperdício de recursos e a produção de resíduos urbanos nos principais destinos europeus é um problema local. Ou seja, trata-se de um problema diretamente relacionado com os municípios, embora tenham, também, responsabilidades nesta área todos aqueles que nos visitam.

O Vereador Pedro Furtado sustenta que, numa altura em que Ponta Delgada está numa fase de crescimento turístico, esta é uma área que preocupa cada vez mais as câmaras municipais.

“É com grande honra que o Município de Ponta Delgada vê este envolvimento, pretendendo, todavia, incluir de parceiros privados, neste projeto que é todos nós” – acentuou.

Pedro Furtado defende a necessidade do turista, quando chega a Ponta Delgada, perceba a preocupação dos órgãos municipais na gestão dos resíduos e encontre, no quarto de hotel onde ficará instalado, recipientes próprios para a recolha seletiva.

O Orçamento da Câmara Municipal de Ponta Delgada para 2018 tem uma verba global de 3,5 milhões de euros para a área da gestão e recolha de resíduos.

DL/CMPD

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*