Casa da Cultura acolhe sessões de educação política

A Casa da Cultura Carlos César tem vindo a acolher várias sessões de educação para a política e cidadania direcionadas a alunos do ensino secundário.

Trata-se de uma iniciativa que visa despertar no público a consciência política e de cidadania, contribuindo para a valorização da participação cívica dos jovens.

No passado dia 23 de janeiro, teve lugar a quarta sessão do ano letivo 2017/2018, organizada pela área da Educação e Cultura da Câmara Municipal de Lagoa em parceria com a Escola Secundária de Lagoa.

No início da sessão o coordenador da Educação e Cultura da Câmara Municipal de Lagoa, Igor Espínola de França, recordou o contributo da Grécia clássica para a história da música salientando a universalidade da linguagem musical, e convidando os alunos a envolverem-se mais nas associações existentes no concelho. Nesta sessão foi orador o maestro Paulo Gordo, em representação da Banda Estrela d’Alva, de Santa Cruz, que na sua exposição salientou serem as filarmónicas escolas de música mas também de cidadania, referindo que estas agremiações agregam pessoas de todas as idades e classes sociais. Referiu ainda que no arquipélago existem mais de cem bandas de música, num total de setecentas a nível nacional. De seguida o orador fez uma breve exposição sobre a evolução dos instrumentos de sopro.

Ao desenvolver um projeto desta natureza, a Casa da Cultura reforça a linha de pensamento que definiu o conceito de programação educativa e cultural da Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira. Se nesta, para além da promoção da leitura, procura-se fazer uma ponte com o nome do patrono, desenvolvendo-se um trabalho na área da educação pela arte, na Casa da Cultura Carlos César realiza-se um trabalho de educação politica que se crê inovador e capaz de promover a diversificação da participação cívica.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*