ESL: Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa [5]

Os temas e a caches na Lagoa

Depois do aparecimento das caixas (ou caches), na cidade da Lagoa, “Casa do Romeiro”, “Lagoa Stage – Rally Lagoa” e “Cerâmica da Lagoa”, foi altura da criação da cache, no passado mês de janeiro, “Os Bonecreiros da Lagoa”, (https://coord.info/GC7H0F2), sobre um tema muito “querido” nesta terra… Esta cache contou, de novo, com a colaboração do artesão lagoense, senhor João Arruda. É uma cache do tipo enigma, sendo necessário encontrar, algures no texto de apresentação da cache, as coordenadas do local onde se encontra escondido o “container”. A construção desta cache esteve a cargo da turma do 11º ano do curso técnico profissional de Gestão Ambiental, sob a orientação da professora Ana Luisa Machado.

Em relação ao tema dos “bonecreiros da Lagoa”, tenha-se em atenção que “o processo de fabrico dos bonecos de presépio tradicionais de São Miguel, feitos de barro, de origem local e, mais tarde, proveniente da vizinha ilha de Santa Maria, utilizando um molde de gesso, integra várias etapas. Nesta arte popular, destacam-se a preocupação dos artífices em representar não só as personagens típicas do presépio, mas também cenas do quotidiano, como a matança do porco, a mulher na fonte, procissões e várias figuras, nomeadamente foliões, mulher de capote e capelo, homem de carapuça, padre, camponês, pescador, ou bandas de música, entre outros. Neste sentido podem-se dizer que a par da temática religiosa em causa – o Nascimento de Cristo -, que os bonecos produzidos na Lagoa, destinados à ocupação do espaço do presépio, apontam para o conhecimento da sociedade, e revelam aspetos da interpretação popular do texto bíblico. Portanto, estudando as encenações montadas no presépio podem inferir-se hábitos, práticas e costumes da sociedade passada e atual, uma vez que eles são o espelho de vivências quotidianas”.

Todas estas caches versaram temas e assuntos próprios e importantes para este concelho, tendo estes temas sido escolhidos, depois de ouvida a opinião da edilidade a este respeito.

Registe-se também a criação, já no ano letivo anterior de três outras caches sobre temas que têm a ver com o turismo nas nossas ilhas, nomeadamente: “Caça à Baleia” (https://coord.info/GC6ZFVD); “Biodiversidade do Atlântico” (https://coord.info/GC6ZFZ2) e “Trinta Reis” (https://coord.info/GC6ZFQF).

No mês passado alguns alunos também participaram em eventos de geocaching (da série Geo Breakfast), realizados na cidade de Lagoa, tendo o Clube de Geocaching, obtido o seu segundo souvenir.

Tenha-se em atenção que e decorrente das atividades deste clube, ir-se-á realizar, na Escola Secundária da Lagoa, no mês de abril do corrente ano, uma ação de formação, creditada para professores do 2º, 3º ciclo e secundário, colocados nos Açores, sobre a utilização do Geocaching como “ferramenta educativa” no ensino.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira
(Artigo publicado na edição impressa de fevereiro de 2018)

 

Categorias: ESL, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*