ANSA apresenta propostas para 2018

A Associação de Nadadores Salvadores dos Açores (ANSA), no âmbito da prossecução do seu objetivo primordial, a assistência a banhistas, vem desenvolvendo ações e actividades que permitem o desenvolvimento, o melhoramento da qualidade dos serviços prestados aos banhistas e a sua maior satisfação com a qualidade do serviço prestado.

Por isso, em 2018, a ANSA propõe, entre outras ações a desenvolver, aumentar a vigilância em todas as zonas balneares com inicio de 1 de Junho a 30 de Setembro, bem como, nos meses de Abril, Maio e Outubro desde que protocolada a sua vigilância aos fins-de-semana.

Outro objetivo passa por dotar todos os concelhos de pelo menos uma zona balnear vigiada com um nadador salvador durante o ano inteiro, de modo a oferecer uma maior cobertura de serviços de assistência a banhistas, assim como adotar um novo modelo de vigilância que permita a disponibilidade de equipas de vigilância e salvamento durante a época balnear baixa nas praias com maior afluência, de acordo com as condições meteorológicas.

A ANSA pretende prover e promover mais e melhor informação em época baixa através de placares informativos de zona não vigiada em todas as zonas de banhos incluindo informação do número de socorro em caso de emergência.

A colocação de bóias circulares com dispositivos de corda em todas as zonas balneares que permitam a qualquer cidadão o seu lançamento a banhistas em apuros mesmo sem a presença de Nadador Salvador, é outro dos objetivos para este ano.

Segundo a ANSA, estas acções, bem como toda a atuaçao da associação, tem como primordial preocupação prestar um serviço de vigilância e protecção de excelência a todos os cidadãos que frequentem as nossas zonas balneares, garantido assim um 2018 mais seguro.

DL/ANSA

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*