Operário perde em Faro e termina com nove em campo

Em partida da 15ª jornada, a equipa do Operário foi até ao Algarve, este domingo, para defrontar o líder da Série E do Campeonato de Portugal.

Nesta partida disputada no Estádio de São Luís, os fabris não conseguiram dar a volta ao favoritismo dos locais, apesar de terem segurado o nulo durante 55 minutos.

A equipa da Lagoa já sabia que iria ser difícil conseguir uma vitória em casa do líder da Série, mas mais difícil ficou a partir do minuto 13, com a expulsão de Paulo Renato por acumulação de amarelos.

Mesmo a jogar com menos um jogador, a equipa açoriana criou sérias dificuldades aos algarvios, não deixando muito espaço para jogar.

Aos 38 minutos Dani quase dava a vantagem ao Operário através da marcação de um livre.

Os fabris foram, durante a primeira parte, uma equipa organizada, que soube defender a sua baliza até ao intervalo.

No segundo tempo, a equipa da casa entrou decidida a dar a volta ao resultado, tendo chegado mesmo ao golo à passagem dos 55 minutos.

A vida ficou mais complicada para o Operário com a expulsão de Hidélvis que viu o vermelho direto, na tentativa de corte o esférico, em jogada de ataque de 3 para 1, por parte da equipa da casa.

Com o Farense instalado no meio campo do Operário, com muita pressão sobre a equipa da Lagoa, acabou por chegar ao segundo golo, à passagem dos 76 minutos tendo, dois minutos depois, aumentando a vantagem para 3-0, através da marcação de uma grande penalidade, resultado que terminou a partida.

Com mais esta derrota, e ao fim de 15 jornadas, os fabris descem à 15ª posição, com apenas 12 pontos, complicando ainda mais a manutenção, quando faltam outras tantas jornadas para jogar.

Na próxima jornada, o Operário joga novamente no Algarve, frente ao Armacenenses.

DL

Categorias: Desporto

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*