Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas acolhe oito eventos em janeiro de 2018

O Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, que se situa na Ribeira Grande, ilha de S. Miguel, acolhe em janeiro próximo oito eventos, de acordo com a programação apresentada pela Direção Regional da Cultura.

Segundo o executivo regional, de 4 a 12 de janeiro, o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas acolhe a Residência Artística do compositor Luís Severo, evento que no seu último dia contará, pelas 21h30, na designada Blackox, com um showcase. Luís Severo está a preparar canções para o seu terceiro álbum de longa-duração.

No dia 19 de janeiro, pelas 21h30, realizar-se-á por seu lado o espetáculo “On the Road de Jack Kerouac por Tó Trips e Tiago Gomes”. A performance, que consiste numa banda sonora para o livro homónimo de Jack Kerouac, é interpretada por Tó Trips na guitarra e efeitos vários, Tiago Gomes, que lerá excertos do livro, e vídeo-beat de Raquel Castro.

A 26 de janeiro é inaugurada a exposição individual “Graça Costa Cabral – Obras | 1982-2015”, com curadoria de Manuel Costa Cabral, e que apresenta mais de 100 obras representativas da produção da artista no período entre 1982 e 2015, entre pintura e escultura.

Graça Costa Cabral (1939-2016), natural de São Miguel, estudou na Escola de Belas-Artes, em Lisboa, e foi cofundadora do Ar.Co, projeto a que se dedicou como professora e membro da Direção. A exposição estará patente até ao dia 8 de abril, e pode ser visitada de terça a domingo, das 10h00 às 18h00.

Inspiradas nos trabalhos da artista, o Serviço Educativo criou três visitas-oficina, disponíveis para grupos e escolas, mediante marcação, de 26 de janeiro a 6 de abril, e em especial dirigidas a famílias, no “Último Domingo de Cada Mês”, nos meses de janeiro, fevereiro e março.

Nesse âmbito, a 28 de janeiro decorrerá a atividade “Positivo ou negativo?”, onde os participantes terão oportunidade de moldar o seu próprio objeto em barro e pintar a sua silhueta de forma lúdica; a 25 de fevereiro é promovida a visita-oficina “Qual o peso das coisas?”, que desafiará os participantes a descobrir quais os objetos mais pesados e os mais leves de Graça Costa Cabral e a construir um objeto trabalhando a ilusão do peso; e a 25 de março, na atividade “De líquido a sólido”, serão construídos moldes que irão dar vida a objetos criados pelos participantes. Os interessados em obter informações detalhadas destas e de outras iniciativas do Serviço Educativo poderão consultar o seguinte endereço eletrónico: arquipelagocentrodeartes.azores.gov.pt.

Ainda em janeiro, o Centro mantém em exibição a mostra fotográfica “A Depressão na Objetiva de um Fotógrafo”, da Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores, patente no piso 1 da loja do Arquipélago, que prolonga-se até dia 21 de janeiro e a exposição “O Risível Enigma da Vida Normal”, com curadoria de Mark Durden e David Campbell, que poderá ser visitada até 14 de janeiro.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*