Restaurante “A Casa do Abel” um conceito inovador nos Açores

O restaurante “A Casa do Abel” situado no Largo do Barracão na Vila de Água de Pau teve a sua abertura no dia primeiro dia de novembro de 2017.

Este espaço tem uma história na área comercial que remonta aos anos de 1887, onde começou por ser uma mercearia que servia a população de Água de Pau denominada por “Casa Vieira”, mais tarde foi subdividida em 2 áreas: Casa do Benfica gerida por Artur Vieira Pimentel, popularmente conhecida como a casa da fava rica, posteriormente por Manuel da Ponte Branquinho, onde os petiscos principais eram iscas de fígado, o coelho frito e o polvo guisado. E por último, já por Abel Cabral como “Snack- Bar O Benfica”. O outro espaço foi explorado como sala de jogos inicialmente por Viriato Lopes, seguidamente por Antero Rego, mais tarde por José Carlos Torres, depois por José Duarte e finalmente por Abel Cabral. A junção desses 2 espaços constitui atualmente o restaurante “A Casa do Abel”.

Tem como objetivo o fornecimento de refeições em conformidade com os requisitos de higiene e segurança alimentar aliada à qualidade organolética e gastronómica das refeições que são servidas, na sua lista de compras é dada prioridade aos produtos regionais.

O conceito surgiu pela necessidade de concretizar um sonho do Sr. Abel que pelas suas muitas viagens desejava oferecer às pessoas um espaço e uma gastronomia de qualidade onde as pessoas possam usufruir de um ambiente acolhedor e familiar, como o próprio nome “ A Casa” indica e uma oferta de pratos gastronómicos diferentes dos existentes na região.

A abertura do espaço no mês de novembro foi alvo de algumas críticas, uma vez ser um mês de menos turistas na região, mas segundo o Sr. Abel Cabral no ramo da restauração é necessário um tempo para “fazer a casa” e prepará-la gradualmente para os supostos meses de maior movimento e até agora o feedback dos clientes tem sido muito positivo.

Segundo o empresário, surgiu a ideia e depois tudo foi fluindo naturalmente sem nunca perder de vista a seguinte tríade: qualidade do espaço, no atendimento e na gastronomia.

Numa fase inicial “teve de haver alguma flexibilidade e ajustes, o “conceito” que tinha foi a base e com diálogo aberto e escuta ativa entre os meus colaboradores e mesmo família a construção da ideia foi colocada em prática”.

Não foi menos importante a escolha do Chef, o empresário decidiu apostar e arriscar no jovem açoriano Rui Viveiros com formação de cozinheiro/ pasteleiro na Escola de Formação Turística e Hoteleira e com experiência profissional durante 2 anos no Skylon, um restaurante pertencente ao “Group D&D” em Londres.

A ementa da “Casa do Abel” oferece 2 vertentes gastronómicas distintas: “Aqui há Armando” um menu de pizzas, hambúrguer, bifanas e batata frita, com expressões tipicamente micaelenses e um segundo menu a Carta da Casa, cujos pratos principais são: Seleção de carnes 100% açoriana grelhadas e o bacalhau “O fiel amigo”. Ainda fazem parte deste menu, as Entradas com destaque para a Tábua de Queijos e Enchidos, a sopa do dia e saladas “ Da Horta para o Prato”, sugestão vegetariana com oferta de Raviolis de Espinafres com ricotta e para matar o desejo as sobremesas (risos) com realce para a Panacotta com fruta da época.

Quanto à seleção de carnes grelhadas, o próprio cliente escolhe o tipo de carne, acompanhamentos e molhos, fazendo deste modo o seu próprio prato. Esse é um diferencial muito importante da ementa da “Casa do Abel”.

Houve também uma grande preocupação do empresário com a garrafeira. Deste modo, há uma oferta de vinhos das várias regiões do país: Douro, Alentejo, Dão, Lisboa, Óbidos e Açores. Complementando o jogo de sabores dos pratos gastronómicos com os vinhos.

Apresentada as ementas o cliente alvo é a população em geral, há uma oferta diversificada e uma aposta visível no prato de carne. O empresário Abel Cabral já explora o Bar Caloura, onde o peixe da apanha do dia é o prato principal, daí também a forte aposta no novo espaço na seleção de carnes.

Foi ainda tido em consideração, as pessoas com incapacidade a nível visual com presença de uma ementa escrita em Braille.

DL/LB

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*