“Manutenção do POSEI é consequência da mobilização do sector agrícola açoriano”

O eurodeputado Ricardo Serrão Santos afirmou, esta quarta-feira, dia 22 de novembro, numa reunião da Comissão de Agricultura do Parlamento Europeu, em Bruxelas, que a manutenção do POSEI “resulta do facto de se terem atingido os objetivos daquele programa”, referindo-se ao que a própria Comissão Europeia reconheceu no seu relatório de avaliação, e que isto aconteceu “porque agricultores, organizações do sector, e autoridades regionais se mobilizaram” para “a utilização eficiente dos fundos europeus”.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, Serrão Santos salientou “que é hoje, reconhecido o valor acrescentado deste instrumento” e “em consequência disso”, reforçou o seu entendimento “de que este programa deve ser intensificado no quadro financeiro pós-2020”.

Recorde-se que se sucederam inúmeras iniciativas ao longo dos últimos anos com o objetivo precisamente de dar visibilidade ao POSEI e às regiões ultraperiféricas. Foi, desde logo, consagrada a necessidade de lhe atribuir recursos adicionais em 2015 no âmbito do “relatório do leite” do qual Serrão Santos foi relator-sombra. Já em 2017, no relatório do Parlamento Europeu sobre “a promoção da coesão e do desenvolvimento nas regiões ultraperiféricas”, cujo relator foi o eurodeputado açoriano na Comissão de Agricultura, defende-se a manutenção dos dispositivos do POSEI dada a sua contribuição para o emprego, ambiente e equilíbrio territorial nas regiões ultraperiféricas. Decorreram ainda, e em simultâneo, outras iniciativas que envolveram as associações açorianas do sector, que mantiveram inúmeras reuniões em Bruxelas, junto da Representação Permanente de Portugal na União Europeia, com eurodeputados de outros Estados Membros e com congéneres europeias.

Do ponto de vista da sensibilização das instituições europeias merecem também destaque as visitas aos Açores de uma delegação da Comissão de Agricultura e outra dos deputados socialistas daquela Comissão que puderam assim melhor percepcionar as especificidades da nossa agricultura.
Na mesma reunião, o eurodeputado felicitou ainda a eurodeputada açoriana Sofia Ribeiro, que é a relatora da opinião que deu lugar ao debate de hoje na Comissão de Agricultura, “pelo seu trabalho neste relatório, que é estratégico para o futuro, e para o qual pode contar com a minha colaboração”.

DL/PS

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*