V Festival de Artesanato dos Açores – PRENDA expõe trabalhos de mais de meia centena de artesãos

O V Festival de Artesanato dos Açores – PRENDA, que decorre entre 23 e 26 de novembro, no Pavilhão do Mar, em Ponta Delgada, conta com a participação de mais de meia centena de artesãos e empresas artesanais da Região.

Segundo o executivo regional, as 51 unidades produtivas artesanais presentes neste certame vão apresentar trabalhos nas áreas dos presépios de lapinha, registos, bordados, escamas de peixe, brinquedos, cestaria, rendas, doçaria, bambu, bijuteria e cerâmica figurativa, entre outras.

O festival, promovido pelo Governo dos Açores, através da Vice-Presidência, destina-se à promoção e venda do artesanato tradicional e contemporâneo dos Açores, apresentando ao público um leque muito variado de atividades, incluindo exposições, espetáculos, visitas guiadas e workshops.

O PRENDA, que é o maior evento de artesanato do ano organizado pelo Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA), destaca ainda os produtos certificados ao abrigo da marca coletiva ‘Artesanato dos Açores’, que já conta com mais de 70 artesãos certificados, 11 dos quais estarão presentes no festival.

O programa, além da parte comercial, contempla atuações do projeto musical SFUSIONS e do grupo Partículas Elementares – Teatro de Marionetas, que apresentará a peça “O Nabo Gigante”, e do Grupo de Teatro e Marionetas de Mandrágora, com a peça “Adormecida”.

Neste festival, que conta com a participação de cinco unidades artesanais do continente, os visitantes também poderão ver a arte de trabalhar o burel, tecido 100% de lã de ovelha de origem medieval, desde sempre associado à Serra da Estrela, os sabonetes artesanais, as malas de junco típicas de Coruche, assim como o figurado de Barcelos dos Irmãos Mistério.

Vai ainda estar em destaque uma mostra de trabalhos em patchwork, resultado do trabalho de levantamento e inventariação do património etnográfico açoriano por parte do CRAA, que fazem parte do espólio do Centro Regional de Apoio ao Artesanato, dos museus da Região, das artesãs e de algumas famílias açorianas.

Esta é uma pequena mostra do número muito vasto de peças em patchwork que o catálogo “Retalhos – uma abordagem ao patchwork açoriano” reúne pela primeira vez.

No decorrer do evento serão igualmente promovidos momentos pedagógicos para adultos e crianças, com workshops de tecelagem, escama de peixe, presépios de lapinha, olaria na roda, bonecos de pano, bombons de chocolate, azulejo em alto relevo e capacharia em espadana para adultos.

No contexto do projeto Raízes – projetos pedagógicos no Artesanato dos Açores, que tem como objetivo divulgar as áreas artesanais mais típicas e representativas dos Açores junto dos mais jovens, serão promovidos workshops de pintura de bonecos tradicionais de presépio, de bordado a palha, de construção da bola de serrim e de capacharia.

O PRENDA também oferece aos visitantes a Hora do Chá, como forma de convívio entre o público e os artesãos, onde serão degustados chás e produtos da doçaria açoriana, particularmente biscoitos e compotas regionais, massa sovada e bolos lêvedos.

Nesta edição, também se assinala, antecipadamente, a Black Friday, a 24 de novembro, incentivando o consumo de produtos artesanais devido aos descontos oferecidos.

O festival presenteia ainda os seus visitantes com um sorteio diário de um cabaz com produtos artesanais das unidades produtivas presentes no certame.

Paralelamente, a 24 de novembro, inserida nos Percursos do Artesanato, será promovida uma proposta de turismo criativo que inclui uma visita guiada ao Quintal dos Açores e ao Centro Experimental do Serviço de Desenvolvimento Agrário de São Miguel, além de um workshop de fabrico de pão na Loja Eco-Atlântida, nas Sete Cidades.

O Festival de Artesanato PRENDA, que conta com o apoio da Azores Airlines, da RTP Açores e da RDP Açores, tem entrada gratuita, e estará aberto no dia 23, das 17h00 às 23h00, no dia 24, das 18h00 às 23h00, no dia 25, das 14h00 às 23h00, e no dia 26, das 14h00 às 22h00.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*