Governo Regional alarga apoio ao transporte de produtos açorianos até destinos fora do país

O Vice-Presidente do Governo anunciou esta quarta-feira, dia 22 de novembro, em Angra do Heroísmo, que, na sequência do pacote legislativo de promoção à competitividade empresarial e emprego aprovado em Conselho de Governo Extraordinário, o Executivo vai alargar até ao destino final fora do país os apoios existentes ao transporte na exportação de produtos açorianos.

Sérgio Ávila revelou que a recente alteração de diretivas comunitárias permite mudar as regras do Subsistema de Incentivos para a Internacionalização e alargar ao setor das conservas e peixe vivo os apoios à exportação, que passam a comparticipar as despesas de transporte também para fora do país.

O Vice-Presidente recordou que, até agora, o apoio “era atribuído apenas até ao continente português”, pretendendo o Governo dos Açores contribuir com esta medida para o reforço da competitividade das empresas exportadoras, “estimulando a criação de emprego e de riqueza”.

O titular da pasta da Competitividade afirmou que “para reforçar a atratividade do investimento gerador de emprego estável na Região e a competitividade das empresas em todas as ilhas, enquanto fator determinante para um crescimento económico e social coesos”, o Governo decidiu ainda aprovar o Vale PME Digital Açores, que cria um apoio financeiro à utilização de tecnologias digitais.

“Pretende-se incentivar as empresas açorianas a contratualizar serviços no domínio do digital, potenciando a sua inserção em mercados de maior escala, além de possibilitar a otimização de processos organizacionais internos e externos, maximizando os seus resultados e a sua competitividade no quadro de uma economia global”, sublinhou Sérgio Ávila.

O Governo dos Açores criou também uma nova medida de apoio ao empreendedorismo, denominada ‘Empreendo o Meu Negócio’, para fomentar e apoiar o surgimento de novas empresas ‘startup’ através da formação dos novos empresários, apoio especializado na elaboração do Plano de Negócios, na criação da empresa e acompanhamento técnico no primeiro ano de atividade.

Segundo o executivo regional, este apoio pode ser complementado e é cumulativo com os previstos na Rede Regional de Incubação de Empresas e Sistemas de Incentivos ao investimento.

Sérgio Ávila anunciou ainda a criação da Rede Açoriana de Mentores, “com o objetivo de implementar mais um apoio aos empreendedores que queiram desenvolver as suas ideias de negócio e executar projetos empresariais”.

“Trata-se de uma iniciativa que se insere nas medidas de reforço do ecossistema empreendedor dos Açores e de fomento de novas empresas baseadas em ideias que incorporem conhecimento e inovação”, afirmou o Vice-Presidente do Governo.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*