Trabalho das associações juvenis é fundamental para o sucesso das políticas de juventude dos Açores

O Diretor Regional da Juventude destacou a importância do trabalho das associações juvenis dos Açores para o sucesso das políticas de juventude, anunciando o reforço dos apoios para projetos desenvolvidos por estas instituições.

“O Plano de Investimentos para 2018 consagra um reforço nos apoios ao associativismo juvenil e materializa assim a nossa vontade de intensificar as parcerias com estas associações, desenvolvendo mais e melhores projetos, que abranjam mais jovens e constituam uma mais-valia para a sua formação e enriquecimento curricular”, afirmou Lúcio Rodrigues, que falava na abertura do Encontro Regional de Associações de Jovens (ERAJ).

Para Lúcio Rodrigues, o associativismo juvenil “manifesta um compromisso claro com a responsabilidade social, com o desenvolvimento e promoção de uma cidadania ativa e inclusiva dos jovens Açorianos, enquanto exercício de liberdade e exemplo de vida democrática”.

O Diretor Regional frisou que desempenhar funções em associações juvenis é “uma escola de vida coletiva, de cooperação, de solidariedade, de generosidade, de independência e de humanismo”, pelo que apoiar e promover o desenvolvimento desta forma de associativismo é “defender e reforçar a democracia e a participação dos jovens”.

O ERAJ, organizado pela Direção Regional da Juventude, envolve cerca de meia centena de dirigentes e representantes de associações de jovens dos Açores, bem como uma representação da Madeira, proporcionando espaços de apresentação e debate de ideias sobre boas práticas em associativismo juvenil, políticas públicas de juventude, emprego e habitação, importância da educação não formal, além de workshops sobre o sistema de incentivo ao associativismo jovem e a participação em projetos europeus como o Erasmus+.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*