Comissário europeu garante que não porá em causa o POSEI

A Eurodeputada Sofia Ribeiro defendeu esta quarta-feira, 15 de novembro, a manutenção do POSEI, numa reunião com o Comissário da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan. O encontro decorreu no âmbito da reunião do Grupo de Agricultura do Partido Popular Europeu (PPE), o maior grupo político no Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

Durante o encontro, Sofia Ribeiro, na qualidade de relatora do Parlamento Europeu para a posição da sua Comissão da Agricultura sobre o próximo Quadro Financeiro Plurianual, exigiu a Phil Hogan que “dê especial atenção às regiões mais desfavorecidas, com maiores custos de transportes, maiores riscos de intempéries e fatores de produção acrescidos, como é o caso das Regiões Ultraperiféricas, garantindo a manutenção e o reforço do POSEI”. Em resposta à Eurodeputada Açoriana, Phil Hogan garantiu que não porá em causa o POSEI, afiançando saber que “estaria em dificuldades entre os Açorianos se tal acontecesse”, numa clara referência à capacidade reivindicativa e de exigência da Eurodeputada do PSD/Açores.

A Social-democrata afirmou ainda que “é necessário rejeitar que o Brexit possa causar uma diminuição no orçamento da Agricultura e muito menos no POSEI”. A opinião foi partilhada pelo Comissário que se mostrou preocupado com a decisão que venha a ser tomada pelo Conselho, uma vez que a saída do Reino Unido da União Europeia vai causar uma pressão orçamental adicional à Agricultura, que os Estados-Membros podem não querer compensar.

Sofia Ribeiro aproveitou ainda para rejeitar regimes de cofinanciamento dos pagamentos diretos aos agricultores que gerariam maiores clivagens entre os países mais e menos desenvolvidos e adiantou ser necessário criar um quadro regulamentar na cadeia de distribuição agroalimentar e para o combate às práticas comerciais desleais, que deve também ter a dotação financeira necessária.

Ainda segundo Sofia Ribeiro , é necessário “criar condições para que os agricultores mais velhos se sintam incentivados a ceder o seu lugar aos mais jovens, garantindo a modernização e rejuvenescimento do setor agrícola, sempre numa lógica de aproveitamento e transmissão do seu conhecimento, do seu saber-fazer, que é tão importante transmitir às novas gerações”.

DL/GDPE

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*