“Novo concurso de apoio a projetos de investigação contribui para emprego científico na Região”

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou, esta quarta-feira, dia 15 de novembro, em Ponta Delgada, o lançamento da segunda edição do concurso de apoio a projetos de investigação científica no âmbito da Estratégia de Especialização Inteligente da Região (RIS3), no valor de 3,3 milhões de euros.

Gui Menezes salientou que este novo concurso, que abrange as três áreas da RIS3, nomeadamente Agricultura e Agro-indústria, Mar e Pescas, e Turismo, representa um aumento de 14% face ao anterior.

“Uma das grandes novidades” relativamente à primeira edição deste concurso, lançado em 2015, e cujos projetos ainda estão em curso, é, segundo Gui Menezes, “a obrigatoriedade de contratação de um doutorado por 24 meses”, contribuindo para os objetivos de promoção do emprego científico nos Açores.

O Secretário Regional, que falava durante uma reunião com investigadores do Centro de Humanidades da Universidade dos Açores, destacou ainda “o aumento das verbas disponíveis por projeto”, que passará a ter um custo máximo elegível de 180 mil euros para três anos.

Gui Menezes salientou ainda, no novo concurso, “a alteração dos critérios de análise das candidaturas”, que arrancam em janeiro de 2018, com o objetivo de “garantir um maior equilíbrio” na pontuação, bem como “a diminuição de eventuais discrepâncias na avaliação”, acrescentando que passará a haver um coordenador por área temática.

Segundo o executivo regional, neste encontro com investigadores, foi apresentado o projeto ‘Green Garden Azores’, um dos 22 projetos que receberam financiamento no âmbito da primeira edição deste concurso, que tem como objetivo a consolidação científica e tecnológica do turismo de jardim nos Açores.

Gui Menezes frisou a importância deste projeto para “potenciar, do ponto de vista turístico, os jardins históricos” da Região.

A segunda edição do concurso de apoio a projetos científicos enquadra-se no PO Açores 2020 e pretende contribuir para assegurar um financiamento regular do Sistema Científico e Tecnológico dos Açores, otimizando a aplicação dos fundos comunitários do quadro de apoio 2014-2020.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*