Governo responde ao PSD sobre a criação da linha SOS Ambiente

A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, na sequência de um comunicado do PSD/Açores sobre a criação da linha SOS Ambiente, já veio esclarecer esta linha está em processo de instalação, a concluir ainda durante este mês, seguindo-se a fase de testes no mês de dezembro, por forma a que entre em pleno funcionamento a 1 de janeiro.

Segundo recorda o comunicado do executivo regional, este calendário de implementação foi anunciado na reunião do Conselho Regional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável (CRADS) realizada a 26 de setembro e informado nas sessões de discussão pública dos Planos de Ordenamento das Bacias Hidrográficas das Lagoas das Furnas e das Sete Cidades realizadas a 24 e 25 de outubro.

O governo diz estranhar a “exigência” feita pelo PSD/Açores, através da deputada Catarina Chamacame Furtado, tanto mais que é conhecedora do calendário definido pelo Governo dos Açores para a implementação da linha SOS Ambiente, uma vez que a deputada e o seu colega António Pedroso estiveram presentes na sessão pública de 25 de outubro, na Casa do Povo das Sete Cidades.

A nota de esclarecimento do executivo destaca ainda o Portal “Na Minha Ilha”, disponível desde 2010, que permite o registo de ocorrências ambientais, a toda a hora e em qualquer ilha, utilizando um computador pessoal ou, desde 2013, através de aplicação para smartphone.

Relativamente ao Corpo de Vigilantes da Natureza, também é público que, este ano, foi admitido um Vigilante da Natureza para o Corvo, que estão em fase final os procedimentos para a admissão de mais um para as Flores e dois para o Pico, e que está em fase adiantada um concurso para o recrutamento de mais quatro Vigilantes da Natureza para São Miguel, representando, no global, um acréscimo de 25% no efetivo destes operacionais, explica o executivo.

DL/Gacs

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*