Açores poderão ser palco do concurso Miss Universo 2018

A ilha de São Miguel poderá ser palco da edição de 2018 do concurso Miss Universo. A intenção foi anunciada, na Lagoa, em conferência de imprensa, na qual marcaram presença a Miss Universo Portugal, Matilde Lima, a Miss Universo Itália, Maria Polverino, o presidente da organização Miss Portuguesa, Isidro de Brito, assim como Edward Walson, detentor da patente do concurso para Portugal e Espanha, além do presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro.

Isidro de Brito lembrou que a Miss Universo Portugal foi eleita no início de setembro passado, em Lisboa, entre outras 16 concorrentes, e tem estado em preparação para participar no concurso Miss Universo. 

Como parte desta preparação, Matilde Lima viajou para Itália na semana passada, onde assistiu à eleição da Miss Universo Itália, Maria Polverino. Esta quinta-feira, dia 2 de novembro, seguiram para a Florida, nos Estados Unidos da América, onde vão ficar em formação numa unidade hoteleira de Edward Walson, seguindo depois para Las Vegas, para participarem no concurso Miss Universo, que se realiza no dia 26. 

Nesta conferência de imprensa, a Miss Universo Portugal destacou o facto de ser a primeira vez que está nos Açores, tendo ficada deslumbrada com o pouco que viu. “É muito fácil ficar encantada por um lugar tão maravilhoso como este”. Matilde Lima considerou ainda ser esta uma experiência que irá “certamente” marcar a sua vida.

A Miss Universo Portugal de 2017 é natural de Setúbal e aos 18 anos anos de idade vai concorrer com cerca de 90 candidatas de todo o mundo.

O detentor da patente do concurso Miss Universo para Portugal e Espanha, que reuniu com o Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada para explorar a possibilidade da realização do concurso, afirmou que para si, é como se já estivesse garantido. “Penso que tem tantas partes bonitas onde podemos filmar, mostrar esta beleza”.

Edward Walson que é produtor de filmes em Hollywood e de espectáculos da Broadway, pela quinta vez nos Açores, considerou que, na região, existem as condições necessárias para o evento, reforçando ser um lugar muito bonito e tem que ser mais conhecido. 

Edward Walson deixou no ar igualmente a concretização de outro projeto, nomeadamente a construção de um hotel. 

Por seu turno, o Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada afirmou que Ponta Delgada é uma cidade com capacidade, competência e logística para poder oferecer, em parceria, uma iniciativa com esta dimensão.

José Manuel Bolieiro adiantou ainda que, a partir de agora, há que sedimentar as possibilidades, o acordo e a parceria para esta realização concretizar-se em 2018 em Ponta Delgada, como também, da parte de Edward Walson, enquanto investidor, descobrir oportunidades de negócio nos Açores.

Recorde-se que este concurso, que foi criado em na Califórnia em 1952, é a mais importante competição internacional de beleza feminina, realizada anualmente.

De destacar que, na edição de 2015, os Açores foram representados pela Miss Universo Portugal Emília Araújo o que, segundo Isidro de Brito, “representou e levou os valores dos Açores”.

DL

 

Categorias: Cultura, Eventos

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*