Exposições caninas da Ribeira Grande tendem a crescer no futuro

Cerca de quatro centenas de cães das mais diversas raças marcaram presença nas duas exposições caninas realizadas ao longo do último fim de semana na Ribeira Grande, mais concretamente no parque de exposições de São Miguel, em Santana, evento organizado pelo terceiro ano consecutivo pela Câmara da Ribeira Grande.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, no sábado teve lugar a 16.ª exposição canina nacional e no domingo teve lugar a 8.ª exposição canina internacional, ambas regidas pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internacionale (FCI) e do Clube Português de Canicultura (CPC).

Ao longo dos dois dias foi possível apreciar a qualidade dos animais em exposição, o que contribuiu para a satisfação geral e para uma forte adesão por parte do público em geral, registando-se, de ano para ano, um número crescente de espetadores no evento.

“Recebermos na Ribeira Grande cerca de quatrocentos cães afere bem do crescimento da exposição canina de ano para ano. Recordo que em 2015 este evento contou com cerca de duzentos animais e em dois anos duplicamos o número de presenças”, referiu Tânia Fonseca.

A vice-presidente da Câmara da Ribeira Grande fez um balanço positivo do evento. “Ambas as exposições correram muito bem pois juntaram um número apreciável de cães oriundos de vários países da Europa, nomeadamente de Portugal, Espanha, França e Rússia, o que revela bem a dimensão que esta exposição tem vindo a adquirir”.

Tânia Fonseca destacou também a “elevada qualidade dos exemplares colocados a concurso, o que reflete uma cada vez maior preocupação por parte dos criadores em valorizarem os seus animais, o que nos deixa uma perspetiva de crescimento para os próximos anos”.

DL/CMRG

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*