Açores com potencial em projetos europeus na área espacial

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas afirmou, em Kourou, na Guiana francesa, que os Açores podem participar cada vez mais em projetos europeus na área espacial, salientando existir “uma janela de oportunidade” nesta área.

Rui Bettencourt, que falava no final de uma visita às instalações do Centro Espacial da Guiana, integrada no programa da XXII Conferência dos Presidentes das Regiões Ultraperiféricas, salientou, a propósito da Base de Kourou, que “a Europa uniu-se para uma política espacial forte e consegue ter uma presença muito importante no mundo com essa política espacial”, sublinhando que “quando a Europa se une produz projetos relevantes” e que o ‘campus’ espacial da Guiana “demonstra isso”.

Por outro lado, destacou o impacto desta infraestrutura na economia da Guiana, com valores na ordem dos 15 a 20 por cento do seu PIB, reiterando que “há projetos europeus que são relevantes e que podem ter um impacto local”, nomeadamente nos Açores.

O titular da pasta das Relações Externas salientou ainda o facto de os Açores terem sido referidos por diversas vezes durante esta visita ao Centro Espacial por ser feito em Santa Maria o rastreio de alguns satélites que são lançados na Guiana, como acontecerá a 12 de dezembro com o lançamento do satélite Galileo.

Nesse sentido, Rui Bettencourt salientou que já começam a existir oportunidades na cooperação com outras entidades a nível europeu.

O Comité das Regiões, na sessão plenária de outubro, aprovou propostas de alteração apresentadas pelo Governo dos Açores ao parecer sobre a Estratégia Espacial para a Europa, tendo ficado salvaguardado o reconhecimento do potencial das regiões no domínio espacial e a importância da sua participação, defendendo que tenham uma voz mais ativa na matéria e participem na implementação da estratégia espacial europeia.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*