Legado cultural açoriano valorizado em Florianópolis, no Brasil

O Diretor Regional das Comunidades destacou, em Florianópolis, no Brasil, a importância do legado cultural açoriano “na formação e construção da sociedade catarinense e na identidade das suas gentes”.

Paulo Teves, que falava quinta-feira, dia 26 de outubro, na cerimónia de assinatura da lei municipal n.º 10.290/2017 que declara 2018 como ‘Ano dos Açores em Florianópolis’, salientou que iniciativas como esta “representam um motivo de orgulho para o arquipélago dos Açores e consolidam as relações entre os nossos povos”.

“A declaração de 2018 como Ano Municipal dos Açores em Florianópolis é o reconhecimento do contributo da presença açoriana e do seu legado cultural para o desenvolvimento desta cidade e do Estado de Santa Catarina”, frisou o Diretor Regional, acrescentando que é uma “oportunidade de reforçar a nossa afetividade e de explorar novas áreas de relacionamento”.

Segundo o executivo regional, a lei que estabeleceu 2018 como ‘Ano dos Açores’, proposta pelo Vereador Edinon Manoel da Rosa e aprovada por unanimidade pela Câmara dos Vereadores, surgiu no âmbito das comemorações do 270.º aniversário da chegada dos primeiros Açorianos a Santa Catarina, a 6 de janeiro de 1748, sendo que os 461 açorianos que atravessaram o Atlântico só viriam a pisar solo catarinense a 22 de fevereiro desse ano.

A cerimónia de assinatura do diploma, que contou com várias personalidades da cidade e do Estado, foi presidida por Gean Marques Loureiro, Prefeito de Florianópolis, e contou com a presença dos presidentes da Casa dos Açores de Santa Catarina, Sérgio Ferreira, e do Núcleo de Estudos Açorianos da Universidade Federal de Santa Catarina, Francisco do Vale Pereira, parceiros do Governo dos Açores.

No âmbito desta deslocação ao Brasil, Paulo Teves reuniu quarta-feira, 25 de outubro, com o Conselho Deliberativo do Núcleo de Estudos Açorianos da Universidade Federal de Santa Catarina, que contou com a presença de cerca de 20 municípios daquele Estado.

O encontro serviu para delinear um conjunto de iniciativas a promover também no âmbito das comemorações desta importante efemeridade para a história dos Açores e de Santa Catarina.

“As iniciativas que hoje aqui foram apresentadas por este Conselho são uma oportunidade para promover ainda mais a proximidade entre as duas partes do Atlântico e reforçar, desse modo, as relações afetivas entre os Açores e o Estado de Santa Catarina”, afirmou Paulo Teves.

“Após mais de dois séculos e meio de presença, notar a vivacidade e o dinamismo da identidade açoriana em diversos municípios deste Estado, merece a nossa maior consideração e parceria”, frisou.

Antes de visitar Santa Catarina, o Diretor Regional das Comunidades esteve no Estado do Rio Grande do Sul, onde se encontrou com a Direção da Casa dos Açores e visitou a UNISINOS – Universidade do Vale do Rio dos Sinos e a Escola Estadual Carlos Bina.

Nesta escola, num encontro com mais de oito dezenas de alunos, Paulo Teves destacou o importante trabalho desenvolvido pela Casa dos Açores do Rio Grande do Sul junto das escolas do Estado “na preservação da cultura açoriana junto dos mais jovens” e, ao mesmo tempo, “na promoção dos Açores de hoje, dando a conhecer as valências e potencialidades do arquipélago”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*