Governo dos Açores destaca extraordinário trabalho de produtores e empresários ao nível da cultura da vinha

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas destacou o extraordinário trabalho que os produtores e empresários têm feito nos Açores ao nível da cultura da vinha, do vinho, contribuindo para a diversificação agrícola no arquipélago.

João Ponte, que falava na abertura da feira ‘Wine in Azores’, que decorre até domingo no Parque de Exposições de São Miguel, na Ribeira Grande, João Ponte salientou que a nova dinâmica no setor se deve ao esforço dos agricultores, ao trabalho dos empresários, que “foram capazes de associar enólogos de renome e isso deu notoriedade ao vinho, mais qualidade, permitindo alavancar a economia e criar postos de trabalho”.

“Há menos de um mês foram aprovados novos projetos (no valor de 3,5 milhões de euros), que se traduzem em mais 120 hectares de vinha, essencialmente no Pico, mas também no Faial, São Miguel, Graciosa e Terceira”, disse João Ponte, acrescentando que “isso dá esperança à cultura da vinha e ao vinho produzido nos Açores nos próximos tempos”.

Atualmente, o arquipélago tem 38 marcas de vinho certificado, várias centenas de produtores individuais, três zonas demarcadas, nomeadamente Biscoitos (ilha Terceira), Graciosa e Pico, e a Indicação Geográfica Protegida, para vinhos de qualidade brancos e tintos.

João Ponte frisou, também, que esta dinâmica em torno do vinho criou mais uma oportunidade de promoção internacional do destino Açores e um segmento turístico em crescimento, através do Enoturismo.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*