Conselho de Juventude apoia prioridades do Governo dos Açores para 2018

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares destacou a “convergência de posições” registada no Conselho de Juventude dos Açores, que esteve esta segunda-feira, dia 16 de outubro, reunido em Ponta Delgada para analisar a anteproposta de Plano de Investimentos para 2018.

Berto Messias, no final da reunião, salientou “a convergência de posições entre os conselheiros sobre as prioridades do Governo e sobre os desafios que temos pela frente nesta área”.

Segundo o executivo regional, nesta reunião do Conselho de Juventude dos Açores foram apresentadas os vários eixos orientadores da ação do Governo nesta área para o ano de 2018.

Cidadania e voluntariado, incentivo à criatividade, incentivo à formação, ocupação de tempos livres e campos de férias formativos, foram alguns dos eixos destacados neste encontro, assim como a gestão da Rede de Pousadas de Juventude, apoio ao associativismo juvenil, informação juvenil, incentivo à mobilidade e orçamento participativo jovem.

“Definimos no início desta legislatura três objetivos globais para as políticas de juventude: mais empregabilidade, mais qualificação e mais participação cívica”, frisou Berto Messias, acrescentando que a anteproposta de Plano “define um conjunto de ações que dão continuidade a essa estratégia, trabalhando para que tenhamos uma juventude açoriana melhor preparada, mais crítica e interventiva e mais comprometida com o futuro de médio prazo da Região”.

“Verificamos que os conselheiros presentes apoiam as prioridades que definimos, mas também fazem um conjunto de alertas e preocupações que ouvimos com grande atenção e que, naturalmente, teremos em conta”, afirmou o Secretário Regional com a tutela da Juventude.

Além da apreciação da anteproposta do Plano de Investimentos, o Conselho de Juventude debateu a estratégia de coesão pós 2020, tendo contado com a presença do Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas, Rui Bettencourt, que auscultou as instituições representativas dos jovens sobre esta matéria.

Nesta reunião foi também abordada a abertura do período de discussão pública para a revisão do regime que enquadra as políticas de juventude nos Açores, um processo já anunciado por Berto Messias e que decorrerá nos próximos meses, em articulação com as associações juvenis.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*