Redução do número de ocorrências nas ribeiras dos Açores

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou esta quinta-feira, dia 12 de outubro, em Ponta Delgada, que este ano foi o que registou o menor número de ocorrências associadas à rede hidrográfica desde que é elaborado o Relatório do Estado das Ribeiras dos Açores.

“Temos, de ano para ano, afetado recursos financeiros crescentes para esses fins e, comparativamente a 2012, quadruplicámos as doações orçamentais, sendo que o Plano deste ano dispõe, para a globalidade destas ações, de verbas que rondam os oito milhões de euros”, frisou Marta Guerreiro, na apresentação do Relatório do Estado das Ribeiras dos Açores de 2017.

Segundo o executivo regional, a titular da pasta do Ambiente adiantou que, este ano, “foram avaliados 428 quilómetros de ribeiras, dos quais 304 quilómetros de novas avaliações e 124 quilómetros de avaliações do ponto de situação relativo a locais caraterizados em formulários do ano anterior, abrangendo 138 bacias hidrográficas”.

“Os levantamentos efetuados nas campanhas que decorreram até há poucos dias, abrangendo todas as ilhas da Região, incidiram nos locais tendencionalmente problemáticos, atendendo à sua natureza, historial e localização, especialmente no que respeita à salvaguarda de pessoas e bens”, salientou a Secretária Regional.

Marta Guerreiro afirmou que o relatório “sintetiza o estado geral das linhas de água da Região, sem prejuízo das situações que ocorrem ao longo do ano, indissociáveis da natureza dinâmica dos escoamentos, da erosão hídrica, das alterações no solo, do crescimento vegetal e do transporte hídrico”.

“Esta abordagem permite, desde logo, a identificação de intervenções necessárias, mesmo nos casos em que as situações identificadas são da responsabilidade de outras entidades (públicas ou privadas), e o planeamento de ações consideradas prioritárias no âmbito da atuação dos serviços operativos da Direção Regional do Ambiente”, acrescentou.

Na sua intervenção, a Secretária Regional destacou também o programa ‘Eco-freguesia, Freguesia Limpa’ como “um exemplo de consolidação das parcerias com o poder local para este fim”, instituindo, desde o ano passado, o projeto ‘A Minha Ribeira’, a que aderiram este ano 100 freguesias, num total de 167 quilómetros de linhas de água, em todas as ilhas.

Marta Guerreiro reforçou, ainda, a importância do corpo de trabalhadores, sobretudo “os operacionais, os técnicos dos serviços de Recursos Hídricos e dos serviços de Ambiente de ilha e os Vigilantes da Natureza que, todos os dias, estão no terreno numa missão de interesse coletivo e de primordial importância para a segurança de pessoas e bens”.

O Relatório do Estado das Ribeiras dos Açores de 2017 pode ser consultado no Portal do Governo dos Açores, no endereço http://rera.azores.gov.pt.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*