Atalhada Futebol Clube sem escalão sénior de Futsal

O Atalhada Futebol Clube (AFC) decidiu encerrar o escalão sénior de futsal, numa decisão que a direção do clube entende como difícil mas ponderada. “Tínhamos que colocar os pés no chão e ver a realidade em que está inserido o clube”, adiantou Vítor Caetano, diretor desportivo do AFC.

O Atalhada manteve esta época apenas os escalões de formação em futsal, iniciados, juvenis e juniores.
Vitor Caetano recordou que a 2ª Divisão de Futsal, onde militava o clube lagoense, é uma competição muito dispendiosa. “Com jogadores a ter que faltar aos empregos, de 15 em 15 dias viagens, e o que se recebe do contrato programa da Direção do Desporto é apenas para passagens e por vezes nem chega”.
O diretor desportivo do ATFC considera que a falta de apoios acaba por ser o fator decisivo para levar à decisão do encerramento do escalão sénior.

“Numa competição a este nível, para fazer um campeonato tranquilo, dignificar a camisola, não é viável para este clube quando os apoios são muito reduzidos”. Vitor Caetano queixa-se de discrepância dos apoios concedidos entre modalidades e clubes.

Não querendo hipotecar o futuro do clube esta acabou por ser a decisão tomada. “Mensalmente as despesas são enormes, inclusive nos próprios escalões de formação, e a continuar nesta situação, o futuro até poderia estar em causa”.

Apesar desta tomada de decisão, a reabertura no futuro do escalão superior não é posta de parte, até porque para os escalões de formação acaba sempre por ser uma boa motivação para um dia chegar ao escalão superior por parte dos atletas.

“Na última época temos alguns dos atuais juniores que chegaram a jogar com a equipa sénior, e assim sendo, dentro do clube, estes acabam por não ter seguimento. Sabemos que não é bom para a motivação mas mesmo assim podem sempre ter a oportunidade de seguir em outros clubes”.
Segundo o responsável, a reabertura do escalão sénior poderá ser uma realidade no futuro, embora já fora da 2ª divisão.

Vitor Caetano recorda que na época passada, foi feito um grande esforço para dar condições iguais a todos os escalões. “Todos tinham o seu equipamento, cada escalão jogava com o equipamento igual, e isso foi possível com a ajuda de alguns apoios, mas esta é também a nossa maior dificuldade”.

O AFC queixa de uma descriminação na atribuição dos apoios entre modalidades e clubes. Recorda igualmente que o clube tem que abdicar de uma parte do apoio do Contrato Programa existente com a Direção do Desporto, uma vez que não tem pavilhão próprio, sendo que isso aumenta as despesas mensais com que se confrontam.

“Os restantes do concelho têm instalações beneficiadas, construídas, mantidas pela Câmara Municipal, além dos apoios financeiros têm todos estes equipamentos para poder usufruir, ao contrário do nosso clube. E quem diz o Atalhada diz as restantes modalidades de pavilhão, que acabam por sofrer do mesmo problema”.

Vitor Caetano diz ser esta uma situação de injustiça criada no próprio concelho. “É uma situação difícil de aceitar, é uma questão de justiça”, considerando que, de futuro, se a situação não se inverter, será difícil manter os clubes no ativo.

Na atual época, com os escalões de iniciados, juvenis e juniores, o Atalhada Futebol Clube tem cerca de 44 atletas, sendo que alguns deles estão pela primeira vez a jogar futsal, essencialmente no escalão de iniciados.

Como objetivo o clube pretende que os jovens se divirtam, porque querer ganhar à força não é solução, embora devam tentar fazer o melhor possível. “É claro que temos que incutir a vontade de ganhar, mas com seriedade, com trabalho, com honestidade e fairplay”.

O responsável desportivo recorda que um dos objetivos do desporto passa pela formação dos homens do amanhã, uma escola que prepara os jovens para a vida. “Muitos dos miúdos que aqui estão, se não estivessem, poderiam estar na rua, quem sabe, por maus caminhos, e se aqui estão, pelo menos podemos tira-los dessa via”, adiantou.

DL

Categorias: Desporto

Deixe um comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*