“Todos Juntos Podemos Ler” chega à Lagoa

O programa da Rede Regional de Bibliotecas Escolares (RRBE), apoia as escolas da Região Autónoma dos Açores e ,em conjunto, com a Fundação PT, foi desenvolvido o projeto “Todos Juntos Podemos Ler”, que está implantado, desde 2015, nas escolas regionais.

O auditório da Escola Básica e Integrada de Água de Pau, na Lagoa, foi palco da cerimónia de assinatura da carta de compromisso com a Fundação PT e ser desenvolvido nesta escola.

O projeto “Todos Juntos Podemos Ler”, foi iniciado pela Rede Regional de Bibliotecas Escolares, e tem como principal objetivo equipar as bibliotecas escolares, com auxílios de leitura para alunos com necessidades educativas especiais.

Segundo a presidente do Conselho Executivo da EBI de Água de Pau, Joana Montalvão Medeiros, este projeto permitirá uma dinâmica mais forte da biblioteca, com uma participação mais ativa dos alunos, até dos docentes que necessitam de mais ajuda.

“O projeto é muito importante, porque vai nos equipar com materiais que não tínhamos, portanto temos uma biblioteca muito dinâmica, que está a começar a ganhar, agora, algum material para todos os alunos. No entanto, para as necessidades educativas especiais ainda não tínhamos nada e foi uma mais valia nesse sentido”, explicou Joana Montalvão Medeiros, afirmando que esta EBI tem sempre uma atenção especial para com estes alunos, nomeadamente com turmas projetos, apoios extras, tanto dentro da sala de aulas como fora e materiais específicos.

Pelo terceiro ano consecutivo, as escolas da Região Autónoma dos Açores, recebem este projeto, sendo, atualmente 11 escolas a contar com o apoio da Rede Regional de Bibliotecas Escolares. No letivo 2017-2018, foram contempladas mais três escolas com o projeto “Todos Juntos Podemos Ler”: a Escola Básica e Integrada de Água de Pau, Rabo de Peixe e da Praia da Vitória.

Ao nível global, a Fundação PT, apoia 45 agrupamentos escolares, um total de, aproximadamente, 5000 alunos. Desse total, as várias escolas dos Açores, representam cerca de 1630 alunos açorianos. Mais concretamente, na EBI de Água de Pau, os 25 alunos incluídos no Regime Educativo Especial, desde o pré-escolar até ao terceiro ciclo, irão beneficiar de soluções tecnológicas para poderem ler através de softwares e de hardwares, dedicados, exclusivamente, aos diversos tipos de necessidades especiais.

A EBI de Água de Pau é a primeira escola do concelho de Lagoa a receber este apoio, onde os docentes poderão usufruir de uma leitura com formatos acessíveis, destinados a alunos com cuidados especiais, numa inclusão digital e social dos mesmos.

Para a Diretora da Fundação PT, Graça Rebôcho, o projeto “Todos Juntos Podemos Ler”, é específico à educação e à leitura, mas também à assiduidade digital. Mais concretamente, são equipamentos tecnológicos cujo principal objetivo passa pela inclusão digital e social dos alunos com necessidades educativas especiais, ao nível da literacia e da educação.

Presente nesta cerimónia esteve o Diretor Regional da Educação, José Freire, que salientou, o facto do Governo Regional, em conjunto com a RRBE, tem desenvolvido diferentes projetos que pretendem melhorar a competência da leitura e ajudar os professores, na prática letiva.

“Nos últimos anos, a PT, tem fornecido um conjunto de software e de hardware, que estão a ser colocados nas escolas e que, permitem chegar a um grupo de alunos com necessidades educativas especiais”, adiantou José Freire, relembrando que o Governo Regional tem vários objetivos que quer resolver no futuro, nomeadamente com um conjunto de estratégias, para a educação escolar.

Por outro lado, o Diretor Regional da Educação, salientou que a educação é o futuro e que o sucesso dos jovens será o sucesso da Região, relembrando que em questões de aprendizagem, o Governo Regional, tudo tem feito para garantir o sucesso escolar dos Açores.

A recetividade dos alunos, relativamente a este projeto, tem sido muito favorável, pois os mesmos sentem-se acarinhados e acabam por perceber, que sem uma ajuda tecnológica não conseguiriam desenvolver determinadas competências, designadamente a literacia.

No final da cerimónia, uma peça de teatro, do Clube de expressões “Rua da Lua” foi apresentada por um grupo de alunos da EBI de Água de Pau, intitulada “Uma Escola Diferente” e representava a visão dos alunos e os seus desejos relativamente à educação escolar.

DL/AS

Categorias: Educação, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*