Juventude assume papel prioritário na diáspora

O Diretor Regional das Comunidades defendeu, em Toronto, no Canadá, a importância do papel da juventude, considerando que é “o único garante da continuidade do trabalho e do esforço” desenvolvido pelas Casas dos Açores.

Paulo Teves, que falava na XX Assembleia Geral do Conselho Mundial das Casas dos Açores (CMCA), frisou que deve existir recetividade para auscultar os desejos e a visão dos jovens, promovendo novas atividades, em novos espaços e em contextos diversificados.

Na sua intervenção, o Diretor Regional apontou ainda como prioridades “a capacidade de sair do espaço comunitário”, para uma melhor e maior divulgação da riqueza existente, assim como o trabalho para uma “maior promoção dos Açores”, conciliando as potencialidades do arquipélago com os sistemas de incentivos existentes, de forma a “despertar o interesse económico” dos empresários.

Paulo Teves salientou que a organização de sessões de esclarecimento sobre diversas áreas de negócio, a sinalização de eventos de relevante interesse e o estabelecimento de ligações entre empresários de ambos os lados do Atlântico são alguns exemplos de iniciativas que as Casas dos Açores podem promover e com as quais podem colaborar.

O Diretor Regional frisou ainda que o compromisso que o Governo dos Açores assume no âmbito do relacionamento com as Casas dos Açores é o de corresponder com “uma agenda única” que abranja diversos setores e públicos distintos, num processo em que a diáspora é “ator fundamental” e as Casas dos Açores “pilares essenciais” que contribuirão para o sucesso das metas que se propõem atingir.

Paulo Teves reafirmou ainda o compromisso do Governo dos Açores para que as comunidades sejam “integradas, reconhecidas, fortes e dinâmicas nos diversos relacionamentos”, de forma a que haja “mais Açores no mundo e mais comunidades nos Açores”.

Nesta cerimónia, o Diretor Regional felicitou Conceição Casimiro, Susan Amaral e o sindicato Local 183, que foram distinguidos com a Medalha de Mérito do CMCA, bem como a Federação Agrícola dos Açores, na pessoa do seu presidente, Jorge Rita, que recebeu a distinção de ‘Produto Açoriano de Qualidade’ atribuído à ‘Carne dos Açores’, além de todos os participantes e todos os que tornaram possível a realização de mais um Conselho Mundial.

A próxima reunião do Conselho Mundial das Casas dos Açores será realizada no Rio Grande do Sul, no Brasil, por decisão desta Assembleia Geral.

DL/Gacs

Categorias: Comunidades, Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*