Ribeira Chã enche-se de glamour para acolher a Grande Noite de Fados

O Centro Comunitário Padre João Caetano Flores, recebeu este fim de semana, dias 9 e 10 de setembro, a 12ª edição de Grande Noite de Fados, numa organização da junta de freguesia da Ribeira Chã, na Lagoa.

Os cinco fadistas, Paulo Linhares, Arminda Alvernaz, Mário Fernandes, Jéssica Sousa e Barbara Moniz, com o acompanhamento de Alfredo Gago Fernandes na guitarra portuguesa, Américo Leite na viola e de Ricardo melo, no contrabaixo, proporcionaram uma noite de fados com muita luz e glamour.

A procura por esta noite de fados tem vindo a aumentar de edição para edição, sendo que, este fim de semana, mais de 450 pessoas participaram neste evento cultural.

A aposta da autarquia foi de trazer fadistas regionais onde a gastronomia também fez parte da festa, com o caldo verde, chouriço assado, pão de milho, papas de serpentina e o chá de poejo, ementa tradicional da freguesia da Ribeira Chã.

“O que eu tenho verificado, ao longo dos anos, é que, cada vez mais as pessoas de cá têm aderido às noites de Fado e os nossos emigrantes, já marcam a passagem de avião de maneira a que possam estar presentes”, explicou ao Jornal Diário da Lagoa, a presidente da junta de freguesia da Ribeira Chã, Vitória Couto, referindo que o evento acolheu muita população da terra mas também emigrantes, nomeadamente da ilha das Bermudas e alguns turistas.

Este evento, muito dispendioso, não seria possível realiza-lo se não pudesse contar com vários apoios, nomeadamente da Câmara Municipal de Lagoa e de algumas instituições do concelho lagoense.

Caso seja eleita nas próximas eleições autárquicas, dia 1 de outubro, Vitória Couto, promete que haverá a 13ª edição de Grande Noite de Fados, em 2018.

DL/AS

Categorias: Cultura, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*