Ribeira Chã recebe homenagem musical

“Tema de Ribeira Chã” é o título da composição original do autor e compositor português Amadeu Diniz da Fonseca. A inspiração para este “hino” aconteceu durante uma passagem pela mais pequena freguesia de Lagoa, a Ribeira Chã, durante umas férias, despertando assim os sentimentos musicais e poéticos do compositor e letrista.

A letra e música do “Tema de Ribeira Chã” foram finalizados na própria freguesia da Ribeira Chã em conjunto com José Pacheco, músico dos Filhos da Terra, grupo este que no mesmo dia fazia o primeiro ensaio do tema dirigidos pelo próprio autor.

A primeira aparição em público aconteceu a 1 de agosto de 2017, no encerramento das Festas daquela freguesia, através dos instrumentos e vozes do Grupo Acústico Filhos da Terra, agrupamento musical da Ribeira Chã, que completou durante o mês de julho o seu quarto aniversário.

Amadeu Diniz da Fonseca nasceu em Lisboa, a 1 de Março de 1951. Começou como jornalista no Notícias da Beira, em Moçambique e foi diretor do jornal O Tabuense. No entanto, a poesia é a sua forma de expressão predileta e a música uma das suas paixões. Os anos 80 e 90 marcaram de forma intensa a sua atividade musical com participações em Festivais da Canção e a partir de 1992 foi o responsável pelas versões portuguesas do grupo Ministars. Como letrista participou também nos temas do Pirilampo Mágico e enquanto compositor e autor fez temas para António Sala, Luís Filipe, Alexandra e António Pinto Basto. Poucos anos antes do centenário do Benfica lançou o Grito do Benfica interpretado por Carlos Guilherme e Alexandra. Recentemente tem alargado o seu repertório ao fado, onde podemos ouvir letras suas nas vozes de José da Câmara e Maria João Quadros. É um dos colaboradores da SPA – Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2013 lançou um livro de poesia intitulado Ousadia.

In: AzoresToday

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*