Carlos Augusto Furtado exige que Câmara da Lagoa preste contas do Festival “Lagoa ComVida”

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Lagoa entende que a insistência de promoção do festival Lagoa ComVida, “é um erro reconhecido por toda a população e que tem custado caro aos lagoenses”, lamentando assim que infelizmente os insucessos dos anos transatos não tenham sido razão bastante para este ano ter-se desistido deste festival.

Carlos Augusto Furtado, citado numa nota de imprensa, garante que vencendo as eleições de outubro, não se realizará nova edição deste festival, equacionando desde logo outras possibilidades como sejam, o reforço de apoio a iniciativas com mais tradição no concelho e a realização de outros eventos que tragam retorno e bem-estar à comunidade, tendencialmente a realizar por todas as freguesias.

Segundo a mesmo nota enviada à nossa redação, Carlos Furtado lamenta que a Câmara de Lagoa que tanta “propaganda” transmite aos lagoenses, não tenha ainda tornado público o custo que a realização destes festivais causou à Lagoa nos últimos anos, ficando deste modo comprovado que a falta desta informação, é a prova clara que estas têm sido iniciativas completamente absurdas para a maioria do povo.

Para o candidato do PSD esta é infelizmente apenas mais uma das iniciativas que têm falhado na gestão socialista e que demonstram claramente a falta de objetividade e de rumo que se tem verificado, causando desta forma falta de confiança por parte da população nas politicas e promessas deste elenco camarário que promete muito, mas apenas tem ficado por meros exercícios de popularidade, situação esta que tem feito a vida cara, à maioria dos lagoenses.

DL/PSD-Lagoa

Categorias: Autarquicas, Local, Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*