I Festival de Caldeiradas de Peixe junta pescadores de várias ilhas na Lagoa

Centenas de pessoas provaram os cinco tipos de caldeiradas de peixe que integraram o I Festival de Caldeiradas, no âmbito das festas em honra de São Pedro Gonçalves Telmo, a decorrer no Porto dos Carneiros, na Lagoa.

Foram cinco as associações de pescadores que marcaram presença, cada qual com a sua caldeirada, desde logo três da ilha de São Miguel, uma da ilha Terceira e outra da ilha da Graciosa.

Em declarações ao Jornal Diário da Lagoa, o  Diretor Regional das Pescas adiantou que este festival demonstra o que é a pesca dos Açores, a diversidade cultural e gastronómica. Luis Rodrigues diz que não há melhor forma de valorização dos produtos da pesca como degustá-los.

Falando à margem deste evento, o Diretor Regional realçou ainda o facto de haver a relação entre diversas associações, entre vários portos e pescadores, sendo este o caminho certo.

Também o Presidente da Federação de Pescas dos Açores, mostrou o seu orgulho pela presença de várias associações a representar o que de melhor o mar dos Açores tem.

Gualberto Rita deixou ainda o desafio para a continuidade deste festival, com a garantia de no próximo ano haver a participação de mais associações, quiça, com a participação das nove ilhas dos Açores.

Recorde-se que marcaram presença neste festival de caldeiradas de peixe cinco associações: a Associação de Pescadores da Graciosa, da Terceira, de Rabo de Peixe, da Ribeira Quente e da Lagoa.

Algumas das pessoas que marcaram presença neste evento, e ouvidas pela nossa reportagem, foram destacando o gosto de cada caldeirada, sendo que cada qual retrata bem a gastronomia açoriana e o seu próprio tempero.

Já este domingo, o momento alto das festividades aconteceu com a realização da procissão em Honra de São Pedro Gonçalves Telmo, durante a qual decorreu o habitual cortejo marítimo.

Depois da procissão teve lugar o habitual churrasco de peixe, com a distribuição gratuita de sardinha grelhada, acompanhada com batata e pão de milho.

Todos os anos, esta é uma iniciativa que tem mobilizado um crescente número de visitantes ao Porto dos Carneiros, na cidade de Lagoa, para participarem nestas festividades que, de ano para ano, tem ganho uma relevância cada vez maior, sendo considerada já uma das grandes festas religiosas da cidade, por ter um ritual próprio. 

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*