Açores podem fazer parte da nova indústria aeroespacial

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou, na Horta, que se assiste atualmente a uma revolução na indústria aeroespacial, que terá muitos desenvolvimentos nos próximos anos, salientando “o potencial dos Açores para estarem incluídos nesta nova indústria”.

Gui Menezes frisou, por isso, que o Governo Regional “acolhe, com agrado, a intenção que tem sido vindo a ser demonstrada por várias empresas na área do espaço em investir nos Açores”, tendo em vista “a criação de emprego e o desenvolvimento económico da Região”.

O titular das pastas da Ciência e Tecnologia falava quinta-feira, no final de uma reunião com os responsáveis da Deimos, uma empresa portuguesa de engenharia aeroespacial, durante a qual foi analisada a viabilidade da instalação nos Açores de uma plataforma de acesso ao espaço.

Os Açores, salientou Gui Menezes, são um dos sítios da Europa com potencial para lançamento de satélites, nomeadamente microssatélites, mas frisou que “ainda há um grande caminho a percorrer” nesta matéria.

O Secretário Regional assegurou, no entanto, que serão salvaguardados todos os aspetos ambientais e de segurança, acrescentando que existem tecnologias aeroespaciais “compatíveis com as exigências” da Região nestas áreas.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe um comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*