Governo dos Açores investe dois milhões de euros na eletrificação das explorações agrícolas

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou esta sexta-feira, dia 28 de abril, em Ponta Delgada, que o Governo dos Açores investiu no último ano “dois milhões de euros na eletrificação de explorações agrícolas de S. Miguel”, abrangendo cerca de sete dezenas de explorações.

João Ponte, que falava durante a visita uma exploração agrícola, ressalvou que este é “um investimento muito importante do Governo para continuar a modernizar o setor e, sobretudo, uma oportunidade para os produtores melhorarem a sua rentabilidade e as suas condições de trabalho e também uma forma de aumentarem o seu rendimento”.

Segundo o executivo regional, nesse sentido, revelou que “foi hoje adjudicado, através da IROA, mais um conjunto de 16 eletrificações, todas situadas na bacia leiteira de Ponta Delgada, num investimento superior a 250 mil euros, que irá assim contribuir para a melhoria do setor, do rendimento dos produtores e da competitividade das suas explorações”.

João Ponte espera, por isso, que no final desta legislatura o Executivo açoriano atinja as 500 eletrificações, promovidas no âmbito do plano de investimento do IROA.

O titular da pasta da Agricultura lançou o desafio para que mais agricultores façam a ligação das suas explorações à eletricidade, salientando que “o Governo dos Açores, em conjunto com a EDA, está a fazer um esforço muito grande para disponibilizar a energia elétrica à porta das explorações”.

O Secretário Regional revelou ainda que o Governo “vai publicar uma portaria do PROAMAF, que foi revista, com o objetivo de permitir que os agricultores se possam candidatar a uma ajuda de investimento até 15 mil euros, tendo uma comparticipação de 50%”.

João Ponte salientou que este é um dia importante para o setor agrícola, uma vez que o IFAP pagou o prémio de abate de bovinos, no montante de 13,7 milhões de euros, que abrange cerca de 5.490 produtores, acrescentando que foram também pagas as ajudas ao escoamento de gado bovino vivo, abrangendo cerca de um milhar de produtores, com uma ajuda de cerca de 800 mil euros.

Para o Secretário Regional, os pagamentos a efetuar ao setor superam os 18 milhões de euros e são “ajudas importantes provenientes da União Europeia, primordiais para que o setor continue a progredir”.

Nesse sentido, assegurou que o Governo dos Açores vai continuar a defender as ajudas e o reforço das ajudas, quer no âmbito do POSEI, quer no ProRural+.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*