Serrão Santos salienta carácter percursor da Comissão do mar dos Sargaços

Numa intervenção na III reunião da Comissão do Mar dos Sargaços, que decorre esta semana na cidade da Horta, o eurodeputado Ricardo Serrão Santos salientou a importância do trabalho daquela organização como percursora na implementação dos critérios dos Açores para as Áreas Biologicamente e Ecologicamente Significantes (EBSA) para a definição da sua área marinha, ainda mais por tratar-se de área em mar aberto, sem fronteiras políticas.

Serrão Santos, que é um dos seis Comissários daquela organização, referiu que foi a partir de 2007, ano em que teve lugar o “Azores CBD Workshop” que foram definidos e criados aqueles critérios científicos que permitiram identificar redes de áreas marinhas protegidas em mar aberto e em habitats de águas profundas. Estes critérios, também conhecidos por critérios dos Açores, foram depois adoptados na COP9.

O trabalho que decorre no âmbito da Comissão do Mar dos Sargaços, particularmente dinamizado pelo Governo das Bermudas, mas do qual o Governo dos Açores é signatário, tem paralelos evidentes com a estratégia da RAA no contexto do Parque Marinho de Açores e estão a influenciar uma nova visão de proteção dos Oceanos.

DL/PS

Categorias: Política

Deixe um comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*