Governo acompanha evolução de derrocada junto à zona balnear da Ferraria, em São Miguel

A Direção Regional dos Assuntos do Mar e o Parque Natural da Ilha de São Miguel, em articulação com a Capitania do Porto de Ponta Delgada, estão a monitorizar a falésia adjacente à zona balnear da Ferraria, onde se registou sexta-feira um escorregamento de pedras e escórias vulcânicas.

Considerando que alguns blocos rochosos, de dimensões consideráveis, se mantêm apenas presos pela vegetação da falésia, apresentando grande instabilidade, procedeu-se à vedação temporária do acesso ao local com o objetivo de evitar a ocorrência de acidentes.

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada está a preparar uma operação de desprendimento controlado dos blocos rochosos, que irá decorrer em tempo oportuno.

Assim que a situação estiver regularizada, o acesso público à zona balnear da Ferraria será reaberto pelas entidades responsáveis.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*