Serrão Santos defende novas regras para investigação pesqueira

O Parlamento Europeu aprovou um relatório que revê os apoios e as regras para a recolha, gestão e utilização de dados no setor das pescas. Ricardo Serrão Santos, coordenador dos socialistas europeus para a área das pescas, considerou tratar-se de “uma solução eficaz porque promove a cooperação inter-regional e internacional e facilita a tomada de decisões com base no conhecimento científico”.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, este novo regulamento enquadra as regras de recolha de dados das pescarias no âmbito da Política Comum de Pescas e constitui uma base essencial do financiamento europeu para a investigação pesqueira. De salientar o facto da Comissão Europeia ter decidido aumentar a sua parte de co-financiamento de 50 para 80% passando a apoiar a realização de cruzeiros científicos.

Ao longo dos anos os financiamentos, com base no anterior Regulamento, que agora é amplamente revisto, foram fundamentais para a investigação científica feita em Portugal, no IPMA e, no caso específico dos Açores, no IMAR – Instituto do Mar e o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores.

Ricardo Serrão Santos salientou ainda a relevância deste regulamento no que respeita à transparência, pois ficou consagrado um principio de “dados abertos” por via do qual as instituições que tenham uma razão válida terão acesso aos dados recolhidos pelos sistemas desenvolvidos com financiamento europeu.

DL/PS

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*