São Miguel concentra 70% das famílias que se socorrem do RSI

JAIME-VIEIRA-ALRAA-FEV2017-1

O deputado do PSD/Açores Jaime Vieira confrontou o Governo regional com a pobreza na maior ilha açoriana, onde vivem 70% das famílias que se socorrem do Rendimento Social de Inserção “para poderem pobremente sobreviver”.

Segundo o social-democrata, que falava no debate do Plano e Orçamento para 2017 e das Orientações a Médio Prazo 2017-2020, muitos micaelenses têm encontrado na emigração uma fuga ao desemprego e à pobreza, motivada também pela crise na construção civil.

O deputado do PSD/Açores lembrou ao executivo regional as dezenas de micaelenses que, escapando à emigração, “diariamente batem à porta das juntas de freguesia a solicitar alimentação e medicamentos ou à porta da Caritas e da Cruz Vermelha em busca de alimentos e vestuários”.

Jaime Vieira desafiou o Governo a fazer as contas tendo como referência uma família, com dois filhos, que poderá receber 460 euros de apoio de RSI e mais 80 euros de abono de família, o que perfaz um total de 540 euros. A este montante é subtraído uma renda da habitação mensal de 150 euros, 100 euros em custos com água, luz e gás e despesas mensais com alimentação de 250 euros, o que soma uma despesa total de 500 euros.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*