Futuro Museu de Lagoa contará com vários núcleos museológicos

convento-dos-franciscanos-frades-lagoa-santa-cruz-acores-jornal01

Foi apresentado, em conferência de imprensa, o projeto para aquele que será o futuro Museu de Lagoa, museu este que será constituído por uma rede de núcleos museológicos geograficamente díspares, núcleos esses tanto da Câmara Municipal de Lagoa e das Juntas de Freguesia do concelho, mas também de iniciativa privada.

O novo coordenador na área da cultura e da educação do concelho, Ígor Espínola de França, no decorrer da sua apresentação, explicou, a todos os presentes, que o objetivo do futuro Museu de Lagoa é, também, o de reduzir psicologicamente a dispersão geográfica patente entre os núcleos museológicos já existentes no concelho, sendo que todas as pessoas interessadas em visitar estes núcleos e, consequentemente, o Museu de Lagoa, serão informadas da existência dos respetivos espaços a visitar, da forma como podem lá chegar e a distância a percorrer.

A sede do futuro Museu de Lagoa será o Convento de Santo António, onde se situa, atualmente, a Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira. Neste Convento fixar-se-á uma das duas exposições âncora (núcleo museológico do presépio, neste caso em particular), que será acompanhada por diversas exposições temporárias e por um circuito expositivo da memória do convento.

O fenómeno das exposições âncora no concelho de Lagoa ocorrerá apenas em dois locais: o primeiro, já referido, será o Convento de Santo António e o segundo será a Casa da Cultura Carlos César, que dará primazia à coleção de arte da Câmara Municipal de Lagoa, insurgindo-se estes dois locais como os mais permanentes de todo o Museu de Lagoa.

Na Casa da Cultura Carlos César, a acompanhar a já referida exposição permanente, haverá também exposições temporárias.

De futuro, pretende-se, segundo as palavras de Ígor Espínola de França, entrar com uma candidatura à rede portuguesa de museus.

A presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto Decq Mota, sublinhou que este projeto insere-se nas matrizes programáticas da autarquia relativas ao plano educativo e cultural, sendo a educação e a cultura claras apostas, como, aliás, já fora assumido publicamente.

A edil frisa que este futuro Museu de Lagoa passa por agregar todo o espólio que existe, a fim de criar um grande projeto, projeto este agora visionado e idealizado e que, pretende-se, culminará na criação de um grande museu no concelho.

DL/JTO

Categorias: Cultura, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*