Requalificação do Polidesportivo de Santa Cruz

unnamed

As obras de requalificação do polidesportivo de Santa Cruz, na cidade da Lagoa, estão já a decorrer. Trata-se de um investimento que compreende cerca de 100 mil euros e cujas obras foram alvo de candidatura e aprovação no âmbito do PRORURAL. A requalificação em causa contempla a vedação do espaço, a melhoria e pintura de todo o recinto e a substituição de todas as redes de proteção do campo, assim como a colocação de um novo pavimento em betão, numa área de 912m2. Igualmente está contemplada a criação de rampas de acesso para pessoas com dificuldades motoras, assim como a construção de umskate park. O polidesportivo em causa fica apto a receber modalidades como o baskball e futebol.

Por sua vez, a Câmara Municipal da Lagoa também vai avançar com a remodelação das instalações sanitárias num trabalho que será executado por administração directa.

Cristina Calisto Decq Mota, Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, salienta a “requalificação em causa responde às necessidades da freguesia, sendo que a opção pela não colocação de um piso sintético prende -se com a modalidade de patinagem desenvolvida por um dos clubes que maior prestígio tem dado ao concelho e que é o clube de Patinagem de Santa Cruz”. Uma vez mais, mostra “a preocupação que a autarquia lagoense tem em relação à manutenção e melhoramento de equipamentos desportivos servindo a nossa classificação de município saudável, inscrito na rede de cidades saudáveis e cuja aposta é potenciar e promover iniciativas ou modalidades desportivas que promovam a saúde e o bem-estar, assim como estilos de vida mais saudáveis junto da populacao”.

Recorde -se que, as cinco freguesias do concelho estão dotadas de equipamentos desportivos e atendendo ao desgaste e a natural degradação que o tempo e o uso originam, todos esses equipamentos têm vindo a ser requalificados pela autarquia e até mesmo adaptados a novas modalidades.

DL/CML

Categorias: Local

Comentários

  1. Ruben
    Ruben 23 Fevereiro, 2017, 21:39

    Mais 100 mil € mal gastos pela senhora presidente….não sai do bolso dela,se a preocupação da Câmara Municipal fosse o bem estar das pessoas não andavam por isso a gastar dinheiro desnecessário depois quem paga isso tudo somos nos

    Reply this comment

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*