Adiar o projeto da incineração de São Miguel “é atirar para as gerações futuras a decisão”

cristina-calisto-decq-mota-presidente-camara-de-lagoa-acores-jornal-diario-da-lagoa

Cristina Calisto Decq Mota, Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, diz estar ao lado da decisão do Conselho de Administração da Associação de Municípios da Ilha de São Migue (AMISM), relativamente ao projeto da central de incineração de São Miguel.

No seguimento da sessão de esclarecimento sobre o projeto da central de incineração de São Miguel, promovida pela MUSAMI, empresa proponente deste projeto, que decorreu recentemente no auditório do NONAGON – Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, na Lagoa, a autarca declarou, ao Jornal Diário da Lagoa, que a disponibilidade para ouvir aquilo que as pessoas com informações mais técnicas poderiam acrescentar não foi bem-vinda. Considerando mesmo que, aparentemente, cada pessoa saiu da sessão com a mesma posição que tinha quando chegou à mesma.

“Espero, pelo menos, que alguns tenham retido e tenham saído mais esclarecidos. Mas efetivamente era notório que algumas pessoas presentes na sala não estavam disponíveis para discutir este assunto”, referiu Cristina Calisto Decq Mota.

Por outro lado, a edil lagoense, salientou que o processo não iniciou este ano e que já está a ser analisado há vários anos. Consequentemente, o que se pretende ao adiar o mesmo, é de retardar uma vez mais a decisão, quando na realidade as autarquias têm compromissos e metas para atingir.

“E adiar este problema é atirar para as gerações futuras a decisão. O que também não acho que seja razoável numa altura em que se fala de sustentabilidade, de garantir qualidade às gerações futuras. E o que estamos aqui é simplesmente a empalhar e a deixar que outros venham e tomem a decisão por nós”, finalizou a Presidente da Câmara Municipal de Lagoa.

DL/AS

Categorias: Local

Comentários

  1. Ruben
    Ruben 22 Fevereiro, 2017, 21:49

    Isso quando chegar as eleiçoes ha mais promesas

    Reply this comment

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*