Governo dos Açores continua sem apresentar uma Estratégia para o Mar

Foto Luís Garcia ALRAA 15fev17

O PSD/Açores lamentou que o Governo Regional continue sem apresentar uma Estratégia para o Mar, “desrespeitando as ambições naturais de uma Região com uma das maiores zonas marítimas exclusivas do mundo, mas que tarda em assumir-se naquela que é a nova Economia Azul”, disse o deputado Luís Garcia

O deputado afirmou que “não há estratégia definida para o Mar dos Açores, e muitos nos admirámos ao ouvir o novo secretário regional no Mar, Ciência e Tecnologia dizer que o plano de ordenamento do espaço marítimo dos Açores vai estar concluído em breve”.

“Desde 2010, então com o diretor regional dos assuntos do mar, Frederico Cardigos, que ouvimos essa promessa. Um ano e meio depois, em 2012, o plano iria estar concluído até ao final do ano”, lembrou Luís Garcia.

“E passados 4 anos, em final de legislatura, o Governo Regional disse que esse plano ia estar acabado até ao final dessa legislatura. Agora afinal é para breve”, acrescentou.

“Onde é que está a estratégia para o Mar dos Açores? Como é que nós podemos criticar os outros se temos lacunas destas dentro de portas?”, questionou o social democrata, face ao Governo Regional “e à falta de argumentação do grupo parlamentar do PS”.

Luís Garcia frisou que, em 2013, aquando da aprovação da estratégia nacional para o Mar, “o Governo Regional impôs como condição, para aprovar a mesma, a inclusão da visão dos Açores naquela Estratégia. O mesmo aconteceu com a Madeira”

“Mas, passados mais de 3 anos, e se a Madeira incluiu o seu plano de ação, o Governo dos Açores ainda nada fez”, sublinhou o deputado do PSD, considerando que existe “um enorme vazio sobre os Açores, uma página em branco sobre o assunto. É apenas isso que se pode ver no sitio correspondente a essa Estratégia Nacional”

Luís Garcia alertou que uma região atlântica, com uma das maiores zonas marítimas exclusivas do mundo, “não pode deixar de estar na Estratégia Nacional para o Mar”.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*