Taxa de retenção no 1º Ciclo do Básico quase duplicou no último ano letivo

MARIA-JOAO-CARREIRO-ALRAA-NOV2016

O grupo parlamentar do PSD/Açores considera preocupante a taxa de retenção e desistência no 1º Ciclo do Ensino Básico. Conforme dados divulgados pelo Governo regional em resposta a um requerimento do grupo parlamentar social-democrata, a taxa de retenção e desistência no 1º Ciclo do Ensino Básico na região aumentou no ano letivo 2015/2016 para quase o dobro face ao ano anterior: de 5,8% para 9,1%.

Para Maria João Carreiro, deputada do PSD/Açores, “os resultados educativos na Região Autónoma dos Açores são o reflexo das políticas educativas da governação socialista e não são nada animadores para o futuro da Região, para o desenvolvimento económico, para a igualdade social e para a geração de riqueza”.

A parlamentar social-democrata sublinha que indicadores como estes, que atiram os Açores para os últimos lugares dos rankings de Educação nacionais e europeus, como se constatou aquando da publicação dos resultados PISA2015, em dezembro último, devem obrigar o Governo a refletir seriamente a política de Educação nos Açores.

Os gritos de alerta para a necessidade inverter o fracasso das políticas de educação nos Açores já chegam inclusive da academia açoriana. Esta semana, o reitor da Universidade dos Açores, João Luís Gaspar, alertou para facto do número de alunos que frequenta a instituição de Ensino Superior estar “francamente aquém do desejável” e apontou como uma das principais causas o insucesso e abandono escolares no básico e secundário.

Para Maria João Carreiro, “é necessário dar prioridade ao investimento público neste setor e encontrar formas eficientes de mobilização dos recursos financeiros, de modo a que se assista a uma melhoria efetiva da qualidade educativa e se previna o insucesso escolar e abandono escolar precoce”, alertou a deputada do PSD/Açores.

DL/ PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*