Novo Mercado Agrícola de Santana valoriza e dignifica o trabalho dos agricultores

Feira SantAna Associação Agricola

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou que o novo Mercado Agrícola de Santana, em S. Miguel, hoje inaugurado, “valoriza e dignifica o trabalho dos agricultores”.

João Ponte salientou que esta obra da Associação Agrícola de São Miguel, comparticipada pelo Governo dos Açores, “é um espaço moderno, acolhedor, virado para o futuro e que acompanha aquilo que tem sido o investimento do Governo Regional no setor”.

O titular da pasta da Agricultura, que falava na cerimónia de inauguração, frisou que muito do investimento neste setor é feito pelos agricultores.

Na sua intervenção, o Secretário Regional considerou ainda que o espaço agora inaugurado tem também um grande potencial do ponto de vista turístico.

João Ponte destacou também nesta cerimónia o esforço que tem sido feito na modernização de todo o setor agrícola, frisando que “o PRORURAL é uma ferramenta muito importante e um bom exemplo daquilo que é o aproveitamento dos fundos comunitários pelo setor”.

Dos 340 milhões de euros que foram afetos a este programa, dos quais 45 milhões são verbas regionais, cerca de 45% do quadro já está comprometido e 25% está executado.

Para João Ponte, isto significa que “o setor, e bem, tem aproveitado estes fundos”, acrescentando que, “só em 2016, tivemos candidaturas de 197 projetos, com uma dotação de 19 milhões de euros”.

Segundo adiantou, “70% destas candidaturas estão relacionadas com o setor do leite e da carne, o que demonstra que este é um setor fundamental para a atividade agrícola e em que os agricultores continuam a apostar e a acreditar”.

Outro sinal de confiança apontado pelo Secretário Regional tem a ver com os jovens agricultores, salientando que, no ano passado, se registaram 44 novos pedidos, com uma dotação de 1,7 milhões de prémios, “o que dá bem nota que há muitos jovens a querer entrar no setor agrícola e isso significa que eles vêm na agricultura um futuro para si e para as suas famílias e que acreditam no setor”.

João Ponte anunciou que, nos próximos dias, no seguimento de um grande esforço de celeridade por parte da Direção Regional do Desenvolvimento Rural, “vão ser aprovados 31 pedidos de nova instalação para jovens agricultores, com um montante de prémio de 1,3 milhões de euros, e 136 projetos de investimento com um valor global superior a 13 milhões de euros e com uma dotação regional de despesa pública de oito milhões de euros”.

Estes projetos têm a ver com a dinâmica de modernização das explorações agrícolas, que o Governo dos Açores acompanha em termos de modernização das infraestruturas, como caminhos agrícolas, abastecimento de água e eletrificação das explorações.

Um dos investimentos mais relevantes é o que o Executivo está a fazer rede regional de abate, de cerca de 15 milhões de euros em quatro matadouros, o que irá potenciar ainda mais a fileira da carne.

Na fileira do leite, para João Ponte, “o desafio neste momento está na indústria, na comercialização e na distribuição a nível nacional”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*