Lions Clube da Lagoa é exemplo de ação altruísta para a sociedade

Cristina Decq Mota Presidente Câmara lagoa sessão Lions 25 anos Açores

O Lions Clube da Lagoa é exemplo de ação altruísta para a sociedade. A mensagem foi transmitida pela Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, que falava no âmbito das comemorações do 25.º aniversário desta instituição.

Cristina Calisto Decq Mota ressalvou a importância deste género de instituições na concretização de uma política social, levada a cabo pelo município, que se quer que beneficie os mais desfavorecidos.

A apresentação de cumprimentos à comitiva dos Lions Clube de Lagoa, presidida por Manuela Marques e que, este ano, contou com a presença de Rosane T. Jahnke, Past Diretora Internacional e candidata à Presidência Internacional de Lions Clubes, no Edifício dos Paços do Concelho, foi, deste modo, uma oportunidade para a apresentação do programa social e educativo da autarquia, onde a autarca referiu que “em relação às questões sociais e ao absentismo escolar ainda há muito a fazer, porque ainda há resistências em assumir -se totalmente que, sem educação nunca haverá progresso, e, é neste contexto que continuaremos a lutar contra esse ‘bloqueio cultural’, que carece de ser contrariado”.

Segundo a edil, “os subsídios e os apoios sociais são necessários, mas não se pode depender totalmente dos mesmos,” salientando que, “as pessoas têm responsabilidade em conseguir a sua autonomia financeira e, neste ponto, a educação é fundamental, que todos devem empenhar-se em garantir o sucesso escolar dos seus filhos, de modo a haver uma maior mobilidade social dos cidadãos, em que todos beneficiam.” Foi, aliás, neste contexto que a autarquia lagoense desenvolveu o Programa Prossucesso, que no próximo dia 2 de fevereiro terá o seu primeiro balanço relativo ao 1.º semestre de atividades deste programa, mostrando-se os seus primeiros resultados, num projeto financiado pela Câmara Municipal da Lagoa e pelo Governo Regional, onde a autarquia lagoense “trabalha localmente para obter melhores resultados no que respeita à educação, por forma a reduzir o absentismo escolar, trabalhando com as famílias, com a comunidade e com os alunos”.

Igualmente, Cristina Calisto Decq Mota falou sobre aqueles que estão prestes a completar 18 anos de idade e que ainda não tenham completado a escolaridade obrigatória, mencionando que Câmara Municipal da Lagoa e várias instituições prontificaram-se para abrirem os seus ateliers e as suas oficinas de modo a ofereceram aos jovens formação profissional em várias áreas, como a carpintaria, pintura, entre outras áreas.

A ocasião ficou igualmente marcada pelas palavras de Rosane T. Jahnke que elogiou a parceria existente entre a Câmara Municipal da Lagoa e a Lions Clube da Lagoa (LCL), referindo que “todos os momentos já compartilhados são memoráveis” e que a cada dia se sente “mais orgulhosa e mais motivada por pertencer à associação internacional dos Lions Clubes”.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*