PJ deteve três indivíduos indiciados por cultivo e tráfico de canábis e haxixe

cannabis sativa

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, no âmbito de uma investigação em curso, desmantelou uma estufa destinada ao cultivo de canábis, tendo sido detido o seu proprietário, e outros dois indivíduos, por estarem indiciados pela prática do crime de estupefacientes.

Foram realizadas buscas domiciliárias aos suspeitos, no concelho de Ponta Delgada, no âmbito das quais foi detetada a estrutura produtiva, que estava apetrechada com todos os equipamentos necessários ao cultivo, em condições ideais, de plantas de canábis, nomeadamente adequados sistemas de iluminação e aquecimento, materiais de isolamento, tubagens de ventilação com extratores, ventoinhas, automatismos elétricos, fertilizantes, que foram todos apreendidos, bem como todas as plantas e sementes.

Apreenderam-se ainda folhas e sumidades floridas de canábis já secas, e pólen de haxixe, prontos a serem comercializados, em quantidade suficiente para mais de cento e cinquenta doses individuais, uma balança de precisão, mais de quatro mil euros em dinheiro e equipamentos de comunicação.

Os detidos, com idades entre os 29 e 61 anos e antecedentes criminais, foram presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas coativas tidas por mais adequadas.

DL/PJ

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*