Primeiro projeto de aquacultura nos Açores está em fase de instalação

Aquacultura-cracas@seaexpert-azores

O Diretor Regional das Pescas revelou que o primeiro projeto de aquacultura regional está a ser implementado na ilha Graciosa, adiantando que se trata de uma unidade de produção de spirulina, uma microalga utilizada na indústria alimentar.

Luís Rodrigues salientou ainda que estão em fase de avaliação três projetos de aquacultura para as ilhas Terceira, Faial e São Miguel, acrescentando que existem oito projetos candidatos ao Regime de Apoio à Inovação em Aquicultura, cofinanciado pelo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP).

O Diretor Regional falava no encerramento do workshop ‘Investigação e Inovação Responsáveis – Pesca e Aquacultura Sustentáveis’, organizado pelo Fundo Regional da Ciência e Tecnologia, no âmbito do projeto europeu MARINA, financiado pelo programa H2020, e que incide sobre temáticas relacionadas com o ‘crescimento azul’.

Relativamente aos oito projetos candidatos ao Regime de Apoio à Inovação em Aquicultura, Luís Rodrigues salientou que são “um bom exemplo” da possibilidade de criação de sinergias entre a aquacultura e as pescas, na medida em que, nalguns casos, foram estabelecidas parcerias com associações de pescadores.

Na sua intervenção, o Diretor Regional lembrou investimentos realizados pelo Governo dos Açores nesta área, nomeadamente o projeto de mapeamento de zonas de ambiente costeiro e ‘off shore’ com potencial para aquacultura, a criação de áreas de produção aquícola nas ilhas do Faial, Terceira e São Miguel, bem como a criação de um pacote de benefícios fiscais com o objetivo de atrair investidores.

Luís Rodrigues destacou ainda que o Governo Regional operacionalizou apoios para investimentos produtivos em aquacultura, destinados exclusivamente a empresas de aquacultura, havendo, para já, um projeto candidato.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*