Livro “Casa das Sete Senhoras”, apresentado no Montanha Pico Festival

unnamed

Tito Mouraz chega à ilha do Pico para iniciar uma residência fotográfica e apresentar o livro Casa das Sete Senhoras – no Montanha Pico Festival. O livro de fotografia já vem pesado com prémios, elogios e uma data de listas “Top Ten” e “the best” incluindo na lista dos Melhores 10 Livros de Fotografia de 2016, pela publicação The Guardian na Inglaterra.

“Na Casa das Sete Senhoras, conversar, saber como era antes de mim, ouvir e imaginar, foi tão importante quanto o ato de fotografar,” diz Tito Mouraz, formado em Artes Visuais e Fotografia, na Escola Superior Artística do Porto, cidade onde vive e trabalha actualmente.

Conversar, saber do passado, sonhar e conviver com pessoas de várias gerações é o evento Chá na Casa da Montanha, que acontece aos domingos à tarde, no Montanha Pico Festival e que viu, pela primeira vez nos Açores, o artista apresentar este trabalho no passado fim-de-semana.

Enquanto na ilha do Pico, o artista está a pesquisar cenários, a fotografar e a conhecer as pessoas da terra com um intuito de incluir imagens num próximo trabalho, algo que agrada ao diretor artístico da MiratecArts, a associação organizadora do festival. 

As obras de Tito Mouraz encontram-se pelo mundo, desde colecções particulares à coleção do BES Art e em exposições que já incluiu Format Festival de Fotografia na Inglaterra, Blanca Berlin Galeria em Madrid, Museu da Imagem em Braga, Fotofestiwal Lodz na Polónia, Festival Circulation(s) de Paris, entre outros. Vencedor do prémio Prémio Internacional de Fotografia Emergentes DST e da Leitura de Portfólios Carpe Diem Arte e Pesquisa, Tito Mouraz é representado em Portugal pelo Módulo – Centro Difusor de Arte em Lisboa e em França pela galeria Voies Off em Arles.

DL/MiratecaArts

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*