Compensação aos pescadores em período de defeso do goraz é investimento na sustentabilidade

Zuraida Soares BE deputada interpelação governo SATA debate

O Bloco de Esquerda vai levar ao próximo plenário da Assembleia Legislativa dos Açores uma proposta que recomenda a atribuição de apoios financeiros, através do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP), aos pescadores e armadores que ficarão interditos de capturar goraz nos Açores durante o período de defeso que estará em vigor entre 15 de janeiro e 29 de fevereiro.

Zuraida Soares, deputado do BE, considera que esta compensação aos pescadores “não pode ser considerada como um subsídio para estarem parados, mas sim como um investimento na garantia da sustentabilidade da pesca nos Açores”.

As justificações a que o Governo Regional tem recorrido para não accionar estes fundos europeus são inaceitáveis, até porque esta tem sido a solução encontrada pelo Governo da República para compensar os períodos de defeso da sardinha, pescada e lagostim, exatamente pelas razões, disse a deputada do BE.

Quanto ao montante de 20 milhões de euros – avançado pelo diretor regional das Pescas – Zuraida Soares salientou que o membro do Governo deu a entender que este seria o valor anual, quando, na verdade, estava a referir-se ao valor referente a quatro anos.

DL/BE

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*