PSD/Açores questiona contradições do governo sobre obras no serviço de urgência

Luis-Mauricio-PSD-saude-conferencia

O deputado do PSD/Açores Luís Maurício questionou, esta quinta-feira, dia 12 de janeiro, as contradições do governo regional sobre as obras a realizar no serviço de urgência do hospital do Divino Espírito Santo (HDES), em Ponta Delgada.

Em requerimento enviado à Assembleia Legislativa dos Açores, o deputado social-democrata salientou que, no início deste ano, “o atual secretário regional da Saúde veio recuar na decisão tomada pelo seu antecessor”, que tinha anunciado, em julho de 2016, o lançamento das obras de remodelação e ampliação do serviço de urgência do HDES, orçadas em 3,8 milhões de euros.

Tendo o atual secretário regional da Saúde decidido não efetuar as obras no serviço de urgência do HDES, Luís Maurício solicitou ao governo que explique “para onde pretende redirecionar as verbas em causa e se é intenção utilizá-las em investimentos no mesmo hospital, em áreas carenciadas, como a área de ambulatório, entre outras, que o PSD/Açores tinha mencionado em julho de 2016”.

Segundo uma nota enviada à nossa redação, Luís Maurício questionou ainda o governo regional sobre “quais as condições técnicas que atualmente no serviço de urgência do HDES não estão de acordo com as normas da Direção Geral das Instalações e Equipamentos” e que foram apresentadas como justificação pelo anterior secretário regional da Saúde para avançar com a obra de ampliação.

Recorde-se que, em julho de 2016, o PSD/Açores defendeu a melhoria de “todas unidades de internamento (enfermarias) do HDES, cujo estado de conservação está longe de ser o melhor, transformando quartos de seis camas em quartos de duas ou três camas”.

Os social-democratas defenderam também a melhoria e ampliação das áreas de ambulatório, “cuja atividade tem crescido”, e o aumento do bloco operatório do HDES.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*