André Sousa do CDOL vence I São Silvestre da Lagoa

sdr

O atleta do Clube Desportivo Operário de Lagoa André Sousa, foi o primeiro a cortar a meta da I São Silvestre Cidade de Lagoa.

Esta foi uma prova organizada pela Câmara Municipal de Lagoa e do Clube Desportivo Operário de Lagoa (CODL), com o apoio da Associação de Atletismo de São Miguel.

André Sousa (junior) fez um tempo de 25 minutos e 26 segundos, seguido de João Duarte (veterano) com um tempo de 25 minutos e 32 segundos. Em terceiro lugar ficou Filipe Carreiro (sénior) também do CODL, com um tempo de 26 minutos e 22 segundos.

sdr

Em femininos, a primeira atleta a cortar a meta foi a alemã Judith Sturm, seguida de Odete Fraga. Em terceiro ficou Mónica Campos.

A apadrinhar a prova marcaram presença os atletas olímpicos João Vieira e Vera Santos, atletas do Sporting Clube de Portugal.

De salientar que a Corrida de São Silvestre Cidade de Lagoa contou para o Campeonato de Estrada da Associação de Atletismo de São Miguel.

dav

Foram realizadas duas provas, uma jovem, e outra para adultos, com distâncias variáveis entre escalões. Decorreu ainda uma caminhada, destinada a participantes de todas as idades, que à semelhança da prova rainha percorreu a malha urbana da cidade de Lagoa.

Uma prova importante para a Lagoa que contou com a participação de mais de 400 atletas, numa primeira edição. Segundo a Presidente da Câmara de Lagoa, em declarações ao nosso jornal, adiantou ser uma prova importante do ponto de vista da dinamização desportiva, mas também a dinamização, social, económica e turística do concelho.

Cristina Calisto Decq Mota recordou ser igualmente um momento de convivência entre as famílias, tendo o local escolhido para a realização desta prova, o Tecnoparque, o ideal. “Esta é uma zona escolhida para a realização de vários eventos, desde logo pela sua centralidade, pelo fácil acesso e facilidade de estacionamento”, tendo a parte social da prova sido acolhida no edifício do Expolab.

Nota final apenas para a sessão de entrega de prémios que decorreu duma forma nunca antes vista. Primeiro o atraso para o seu início,  sendo que mais de duas horas após o final da prova os troféus ainda não haviam sido todos entregues, tendo a mesma terminado sem que alguns dos atletas recebessem os seus respetivos prémios. Tratou-se de uma situação que deixou descontentamento em muitos atletas e em parte da própria organização. Muitos atletas que iriam receber o troféu acabaram mesmo por deixar o local antes de receberem o seu prémio. A prova, que contou para o Campeonato de São Miguel, teve o apoio da Associação de Atletismo de São Miguel que, neste âmbito, fez um péssimo trabalho.

DL 

Categorias: Desporto

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*