Lista E ganha corrida à Associação de Estudantes da ESL

lista-e-ganha-corrida-a-associacao-de-estudantes-da-esl

A Lista E, liderada pela aluna Isabel Sousa, venceu, por uma pequena margem, a Lista V, na luta pela Associação de Estudantes da Escola Secundária de Lagoa, numa vitória que a presidente eleita considera ter sido a “escolha dos alunos, que apenas votaram no que acharam melhor para eles”.

Depois de vários dias de campanha, onde se realizaram diversas atividades que aproximaram, indubitavelmente, os alunos e as alunas a ambas as listas, na hora de votar os estudantes optaram pela Lista E, lista que pôs em prática diversas iniciativas que chamaram – e muito – os estudantes, bem à semelhança do que aconteceu com a Lista V. Cumpriu-se, assim, uma escola mais dinâmica, com uma campanha eleitoral que a líder da Lista E considerou ter corrido bem, pese embora “algumas incompatibilidades, mas nada que não se resolva”.

Isabel Sousa, nova presidente da Associação de Estudantes, realça, em declarações ao Diário da Lagoa, que, no momento da vitória, “estava incrédula, pois tínhamos tanto a hipótese de perder como de ganhar, até porque ganhámos por uma margem de votos relativamente pequena. Quando o Conselho Executivo me deu finalmente a notícia, eu mantive a calma, agradeci, e fui a correr para a sala em que estavam os restantes membros da lista. Estava a ebulir por dentro, pois finalmente posso contribuir para o bem de todos os alunos da ESL”.

Agora chegou a altura de se colocar em prática todas as propostas. Nas palavras da jovem presidente, “vamos por em prática uma atividade ainda em 2016: o cabaz de Natal. Mas o nosso primeiro objetivo a cumprir será sempre o de se oficializar legalmente os órgãos da Associação de Estudantes”.

Terminando, a mesma deixa uma mensagem a todos os alunos: “eu gostava de dizer obrigada por acreditarem em nós. Nós não vos vamos desiludir. Vamos lutar para fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para melhorar a vida escolar. Apenas tenham fé em nós. Antes do início da campanha, eu disse numa entrevista que queria ser a voz dos alunos, e isso só é possível se eles se manifestarem comigo. Nem que seja uma coisa pequenina que eles querem ver a acontecer, interessa-me. Basicamente, peço aos alunos e alunas para não se calarem e para terem fé nesta AE, porque nós vamos dar o nosso melhor ou pelo menos tentar”.

DL/JTO

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*