Governo dos Açores é parceiro do novo Laboratório das Energias Renováveis

Bruno-Pacheco-Governo-Açores

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia salientou esta segunda-feira, dia 12 de dezembro, em Ponta Delgada, a importância da criação de espaços de aprendizagem experimental de ciência e tecnologia e de sensibilização para a sustentabilidade ecológica, através de parcerias entre o Governo dos Açores, estabelecimentos de ensino e entidades como a EDA Renováveis e a Sociedade Afonso Chaves, bem como os Observatórios de Ciência.

Bruno Pacheco falava na abertura do Laboratório das Energias Renováveis e das Coisas da Ecologia, Matemática, Física, Química e Robótica, da Escola Básica e Integrada Canto da Maia, que resulta de um protocolo assinado em junho entre a escola e várias entidades, sendo o Governo dos Açores o principal parceiro.

Por sua vez, a Diretora Regional da Energia realçou a importância deste Laboratório, na medida em que se trata de um projeto que “fomenta a educação, com a promoção da investigação aplicada e aprendizagem experimental, baseada em ciência e tecnologia, dedicada ao setor energético”.

O Diretor Regional da Educação, também presente na inauguração desta nova valência da EBI Canto da Maia, referiu na sua intervenção a urgência de se continuar a apostar no combate ao insucesso escolar, lembrando que o Governo dos Açores, “ciente desta realidade”, criou o programa ProSucesso.

Para José Freire, a “melhoria das práticas letivas, a literacia científica e a própria implementação de um ‘saber prático’ nas escolas são imperativos para que se garanta educação de qualidade em todos os níveis de ensino”, apontando como bom exemplo a criação de estruturas como o Laboratório das Energias Renováveis.

Segundo o executivo regional, o Laboratório das Energias Renováveis destina-se a alunos do 1.º e 2.º ciclos da EBI Canto da Maia, bem como a todas as escolas que manifestem interesse na matéria, com especial enfoque para os alunos com necessidades educativas especiais, alunos de programas alternativos, que se encontram em situações de absentismo e insucesso escolar, e a alunos exteriores ao Agrupamento da EBI Canto da Maia, com idades compreendidas entre os 6 e os 13 anos.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*